Após vencer as eleições do Fluminense, Mário Bittencourt fala sobre reforços, Fred e investimentos


Mário Bittencourt vai seguir na presidência do Fluminense por mais três anos. Após a proclamação do resultado e a celebração da vitória, o candidato reeleito concedeu uma entrevista coletiva e já projetou os próximos anos. Para Mário, o trabalho continua sendo árduo e a perspectiva é de que o clube tenha um crescimento maior no próximo triênio.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

- Vamos começar a realmente discutir. Existe um trabalho já feito, mas o Fernando (Diniz) quer participar dessa construção. Vamos começar a falar dos nomes na semana que vem. Não tem nada de concreto no momento - disse Mário Bittencourt.

Questionado sobre a situação de Fred, o presidente reeleito comentou sobre o retorno do ídolo do Fluminense. Inclusive, revelou que o ex-camisa 9 terá um cargo para estreitar as relações entre o grupo, comissão técnica e diretoria.

- Uma das propostas para os próximos três anos é ter um profissional que nos ajude a organizar todo o futebol do clube. Um cargo de integração entre diretoria e comissão técnica. Conversamos com o Fred, e ele está disposto a ajudar. A tendência é que ele venha depois da Copa do Mundo para nos ajudar a fazer o Fluminense do futuro - confirmou o mandatário.

Mário Bittencourt
Mário Bittencourt

Mário Bittencourt comemora a vitória nas urnas (Foto: Matheus Guimarães/LANCE!)

Mário também pontuou de que forma os investimento serão feitos no clube. Vale lembrar que um estudo feito junto ao BTG Pactual já está em andamento. A ideia inicial não é vender o controle do Fluminense.

- Assinamos um mandato com o banco BTG para que pudesse ir ao mercado para buscar um investidor. Pode vir de três formas. Uma das possibilidades, caso seja uma opção, seria a SAF. Não temos a intenção de vender o controle do clube - declarou. E finalizou:

- Existe a ideia de trazer o investidor, mas sem perder o controle do clube. Os clubes que se tornaram SAF não têm uma arrecadação maior do que a do Fluminense. Eles têm um investidor. Na SAF, o investidor coloca um dinheiro "X" para tentar trazer resultado, mas em algum momento ele vai querer recuperar esse investimento. Não é simples. Nós nos estruturamos com o RCE. Então quando o investidor vier, ele vai poder pagar um valor maior do que foi pago para outros clubes por um percentual maior.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

CONFIRA MAIS REPOSTAS DE MÁRIO BITTENCOURT:
GANSO E NINO
- Ambos têm contratos. Fizemos propostas para os dois de ampliação de contrato, com reajustes, e ambos me falaram que responderiam após as eleições. A tendência é que nos próximos dias a gente possa anunciar a renovação do Ganso. Sobre o Nino, seria a prorrogação por mais um ano, mas ele tem contrato até 2024.

MARACANÃ
- Assinamos um documento em sociedade com Flamengo e vamos participar da licitação, mais à frente.

REFORMA DA SEDE DAS LARANJEIRAS
- Aprovamos um projeto em julho deste ano. Fizemos uma concorrência com empresas de arquitetura de todo Brasil. Ganhou uma empresa de São Paulo, que já fez um projeto que foi aprovado. Restauração do estádio e de toda sede. Não quisemos mostrar antes da eleição. Nos próximos dias vamos apresentar. É um projeto de recuperação. Vamos executar dentro das nossas condições financeiras. A ideia é começar pelo estádio, para que a gente possa realizar jogos do Campeonato Carioca nas Laranjeiras.