Após seis anos de clube, Maicon rescinde com o Grêmio

·1 minuto de leitura


O duelo do último sábado (28) onde o Grêmio perdeu por 1 a 0 para o Corinthians, na Arena, foi oficialmente o último de Maicon com a camisa do clube. Isto porque, nesta segunda-feira, o jogador assinou sua rescisão contratual após ficar por seis anos no Imortal.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

A informação foi oficializada pelo clube através de nota onde foram exaltadas "suas qualidades como atleta e como cidadão" que "marcaram época e fizeram de Maicon um ídolo da Nação Gremista, sendo convocado para deixar seus pés eternizados na calçada da Fama."

Chegando a equipe em 2015, período onde Roger Machado era o treinador, o camisa 8 se consolidou como um dos símbolos da recente era vitoriosa sob o comando de Renato Portaluppi ao lado de peças como Arthur, Matheus Henrique, Luan e cia.

Entretanto, nos últimos dois anos, apesar de ter acumulado participações em jogos diversos, problemas físicos afetaram diretamente no impacto que Maicon tinha no estilo de jogo dinâmico da equipe. Com isso, ele foi perdendo espaço onde a expulsão no ultimo jogo demonstrou a insatisfação do próprio atleta com sua situação de momento.

Ao todo, o jogador de 35 anos de idade fez 15 gols, disputou 248 compromissos e conquistou nove títulos: quatro vezes o Gauchão, duas vezes a Recopa Gaúcha além de Copa do Brasil, Recopa Sul-Americana e a Copa Libertadores.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos