Após série de derrotas, Bayer Leverkusen demite técnico

BERLIM (Reuters) - O Bayer Leverkusen demitiu o técnico Roger Schmidt neste domingo, um dia após a equipe ter sido goleada por 6 x 2 pelo Borussia Dortmund, colocando o time em 10º lugar no campeonato alemão e sob risco de ficar de fora da Liga dos Campeões na próxima temporada.

O Leverkusen conseguiu apenas três vitórias nos últimos nove jogos, após disputar uma errática campanha no campeonato alemão. A equipe está a 13 pontos de distância do terceiro lugar, o que a levaria para a fase de grupo da Liga dos Campeões.

O Leverkusen enfrentará o Atlético de Madrid fora de casa em 15 de março no jogo de volta pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, após uma derrota por 4 x 2 contra os espanhóis no mês passado. 

"Devido ao atual desenvolvimento esportivo, chegamos à conclusão depois de uma longa análise de que o desligamento pode ser doloroso, mas é inevitável para o desenvolvimento do Leverkusen", disse o diretor-geral do clube, Michael Schade.

(Reportagem de Karolos Grohmann)