Após reunião, clubes italianos querem retomar o campeonato, mas dependem do aval do governo


Nesta sexta, os vinte clubes da série A italiana votaram, por videoconferência, a favor do retorno da liga, assim que houver a autorização dos órgãos de saúde do país. Apesar de ser uma das nações mais afetadas pelo novo coronavírus, após a reunião entre times e a federação italiana de futebol (FIGC), ficou definido, que as equipes pretendem finalizar a temporada em campo.

- É claro que queremos jogar futebol. Seria contra a natureza dizer o contrário. Quem tem uma profissão sempre quer continuar fazendo isso, se for possível, respeitando os padrões de saúde e protocolos - afirmou o presidente da Serie A, Paolo Dal Pino, que em seguida destacou.

- Vamos seguir rigorosamente os conselhos do governo, como sempre fizemos. Eles podem ter certeza do nosso espírito construtivo e colaborativo e de que minha harmonia com a [presidente da FIGC Gabriele] Gravina é absoluta -completou.




Vale destacar, que durante a reunião, todos os clubes votaram a favor da volta das atividades. As consequências do encerramento da temporada seriam drásticas, já que cada clube poderia perder mais de R$ 1 bilhão caso o campeonato fosse finalizado fora de campo.

Além disso, caso o Calcio fosse encerrado, os times deixariam de receber cerca de 220 milhões de euros (R$ 1,3 bilhão) de direitos televisivos, o que causaria um prejuízo enorme aos cofres dos 20 times de série A. A liga foi interrompida no início de março por causa do avanço do coronavírus no mundo e desde então, uma nova data para a volta das atividades ainda não foi definida.

Segundo Vicenzo Spadafor, ministro de Esporte da Itália, os clubes sugeriram o retorno pensando no melhor para o futebol do país e no planejamento da próxima temporada. Sendo assim, o ministro se recusou a assinar o encerramento da Série A.

Por fim, o presidente da Juventus, Andrea Agnelli, também disse que pretende completar o campeonato de forma regular, assim que for possível e houve a autorização do governo.

- Você sabe que eu prefiro o silêncio, isso pode ser alimentado com interpretações incorretas. Bem, reitero fortemente que a Juventus tem a firme vontade de encerrar a temporada 2019/20. Com jogos em junho, haverá maneiras e horários para terminar as temporadas, respeitando as indicações da Uefa- destacou.










Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também