Após punição, torcidas organizadas do Corinthians protestam contra FPF

Organizadas do Corinthians protestaram na Neo Química Arena (Foto: Fábio Lázaro / LANCE!)


As torcidas uniformizadas do Corinthians protestaram contra a Federação Paulista de Futebol (FPF) minutos antes da bola rolar na partida entre Timão e Água Santa, nesta quarta-feira (18), pela segunda rodada do Paulistão. A manifestação aconteceu devido à uma punição aplicada pela instituição.

As organizadas não puderam entrar com faixas, bandeiras ou qualquer outra identificação. A censura foi imposta por conta dos sinalizadores que foram acesos durante a derrota para o Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista, pela primeira rodada do Estadual. Os corintianos presentes no setor norte da Neo Química Arena, na noite desta quarta, cantaram: ‘Federação, vai se f…, o Coringão não precisa de você’.


> Federação Internacional aponta quais foram os melhores times do mundo em 2022; confira

As torcidas do Timão estão em pé de guerra com a FPF desde o último dia 13 de janeiro, quando protestaram na sede da entidade máxima do futebol paulista contra o alto preço dos ingressos para visitantes nos dois primeiros jogos fora de casa, contra Bragantino e Inter de Limeira. Diante do Massa Bruta, o valor dos bilhetes estavam em R$ 100. Já contra o Leão da Paulista, os tickets estão R$ 120 (inteira) — com R$ 60 a meia entrada.

+ Gaviões da Fiel rebate diretor do Corinthians sobre uso de sinalizadores nos estádios

Antes do jogo contra o Braga, no último fim de semana, os corintianos levaram faixas pedindo ingressos mais acessíveis. Quando os sinalizadores foram acesos, no fim do segundo tempo no estádio Nabi Abi Chedid, essas faixas foram abertas.