Após polêmica, estátua de Pelé 'ganha' camisa da Seleção com número 24

Após a polêmica declaração de Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol do Corinthians, na apresentação do volante Victor Cantillo, na última sexta-feira (10), a clássica estátua do Rei Pelé, em Santos, amanheceu nesta quinta vestida com a camisa número 24. A intervenção alerta para o preconceito no futebol.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

O número é popularmente associado ao mundo gay. A explicação mais comum para esta associação é de que seria o número do veado no Jogo do Bicho. O novo volante do Corinthians vestia a camisa 24 no Junior Barranquilla, seu ex-clube na Colômbia. Na apresentação no Timão, Duílio disse "24 aqui não".

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também:

Por questões de segurança, o grupo que promoveu o alerta não se identificou. As fotos circularam nas redes sociais com a hashtag #futebolsempreconceito. No ano passado, a CBF realizou diversas campanhas contra homofobia e racismo. Já o STJD aderiu a punição com multa, suspensão ou perda de pontos aos clubes em casos de gritos homofóbicos nas arquibancadas.

DUÍLIO PEDE DESCULPAS

A declaração do dirigente do Corinthians na apresentação de Cantillo não foi muito bem recebida nas redes sociais. Sobretudo, pelo fato de que o clube do Parque São Jorge é ativo nas lutas contra quaisquer tipos de discriminação, entre elas a homofobia. O diretor publicou um vídeo em sua conta no Instagram pedindo desculpas pelo comentário.

- Em primeiro lugar quero me desculpar da brincadeira infeliz e informal que fiz antes da apresentação do atleta Victor Cantillo. O Corinthians é o time do povo, é o time das minorias, é o time de todos e sempre usa sua marca a favor de campanhas contra qualquer tipo de preconceito. Não temos nenhum problema com o número 24. Em 2012, quando também era diretor de futebol, fomos campeões invictos da Libertadores e nosso goleiro Cássio - um dos maiores ídolos de nossa história - usou essa camisa. O Cantillo usará a 8 em homenagem a Freddy Rincón, meio-campista também colombiano, campeão do mundo em 2000, e um grande ídolo da nossa torcida. Quero deixar claro que tenho total respeito a tudo e a todos - afirmou Duílio.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também