Após pior jogo da vida, Nogueira faz 1º gol e busca titularidade: 'Me vejo preparado'

João Mércio Gomes

A primeira e única derrota do Fluminense no Carioca, contra o Nova Iguaçu, no dia 19 de março, não traz boas recordações ao zagueiro Nogueira. O tricolor teve atuação desastrosa: falha feia e gol contra no Giulite Coutinho. Naquele dia, o jogador revelado em Xerém garantiu n saída de campo que não abaixaria a cabeça e os erros serviriam de lição para continuar crescendo no clube. E a resposta foi rápida.

Dez dias depois, o camisa 44 teve nova oportunidade de começar jogando. Abel Braga usou time misto contra o Madureira e decidiu poupar o titular Renato Chaves. A equipe pressionou o adversário mas perdeu diversos chances de marcar - foram 23 finalizações no total. O gol da virada foi marcado justamente por Nogueira, em cabeçada precisa. No fim, o Fluminense ainda sofreu empate, mas o zagueiro saiu satisfeito com a atuação.


O jovem completou 22 anos nessa semana e o presente foi o 1º gol como profissional. Mas, o jogador quer mais. Neste domingo, terá oportunidade de iniciar jogando o clássico contra o Flamengo, já que Abel usará time reserva. E pode ser uma grande oportunidade de mostrar seu valor.

- Me vejo preparado pra quando tiver oportunidade assumir a vaga. Venho trabalhando para isso desde que subi para o profissional. Agora sou a primeira opção, reserva imediato. Trabalho pra isso, respeitando meus companheiros de zaga - disse, em entrevista ao LANCE!, no início do mês.

- É como Abel falou, quando entro em campo é para causar dor de cabeça nele. Acho que estou fazendo bem isso e o pensamento de todo jogador é ser titular, e o meu não é diferente.



E MAIS: