Após pausa, brasileiro espera manter regularidade e alto nível no FC Lviv


A pausa no futebol devido ao Covid-19 interrompeu um momento em ascensão de Alvaro Vieira, que teve um ótimo início de segunda temporada pelo FC Lviv, e já era o destaque do time no segundo semestre de 2019, fechando a temporada marcando um gol na última rodada do campeonato ucraniano, na vitória por 3 a 2 sobre o kKolos Kovalivka. Após a pré-temporada no final de janeiro, o atleta de 25 anos, começou o ano com 100% de participação nos gols do time.

A vitória sobre o Olimpik Donetsk por 1 a 0 em 23 de fevereiro, teve a assistência do brasileiro para o gol de Yaroslav Bogunov, e na rodada seguinte, o atacante balançou as redes pela primeira vez 2020. As presenças de Alvaro ajudam na pontuação do FC Lviv na tabela, que busca figurar em uma melhor colocação. Com apenas 5 jogos no ano antes da paralisação, o brasileiro segue otimista com a volta do campeonato na Ucrânia e acredita que possam manter a regularidade inicial.

- Estou muito feliz em saber que os trabalhos vão voltar no dia quatro de maio, já não aguentava mais viver longe daquilo que eu amo fazer que é jogar futebol. Essa distância da rotina machuca, todos os dias quando estamos trabalhando, acordamos cedo, treinamos, descansamos só a noite, então é uma rotina que acostuma, e treinar é isso, gratificante. A ansiedade em voltar a jogar um jogo oficial é enorme, mais de um mês que tudo isso está acontecendo e eu sinto falta de tudo que eu estava vivendo dentro de campo, um momento excepcional, fiz nesse ano bons jogos, e uma sequência jogando os 90 minutos. Quero continuar nessa intensidade e a preparação agora para voltar será muito bem feita para estar em campo ainda melhor do que quando fomos interrompidos pela pandemia” – disse o atacante.

Em fevereiro deste ano, Alvaro completou um ano de Lviv, e com 34 partidas oficiais pelo clube, soma 4 gols e 3 assistências. A volta aos gramados está programada para 30 de maio.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também