Após nova polêmica, Benjamin Back pede para CBF acabar com o VAR: 'É muita gente ruim'

LANCE!
·1 minuto de leitura


Após a repercussão de um possível pênalti não marcado em cima de Gabriel, do Corinthians, na partida contra o Fortaleza na última quarta-feira pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, o apresentador Benjamin Back fez novas críticas ao uso do VAR no Brasil. Benja pediu à CBF que acabe com o árbitro de vídeo no país, pois a arbitragem brasileira não está preparada para a tecnologia.

> Veja a classificação do Campeonato Brasileiro

- CBF, vai na minha, não dá para ter VAR ainda no Campeonato Brasileiro, é muita gente ruim. A tecnologia não tem culpa disso. Corinthians e Fortaleza ontem: o jogo foi ruim? Foi. Corinthians não jogou nada? Nada, mas é isso, é raça, vontade, essas coisas... Mas não dar aquele pênalti no Gabriel é inacreditável. Não precisa de VAR nem para dar o pênalti, mas tem e eles não conseguem dar - disse Benja em vídeo postado nesta manhã em sua conta no Twitter.

Benja ainda criticou o pênalti marcado para o Cruzeiro contra o América-MG na Série B, apesar da competição não ter o uso do árbitro de vídeo.

- Cruzeiro e América ontem, o pênalti que deram para o Cruzeiro. Meu Deus do ceú, com o VAR, não pode ter esse tipo de coisa, é inadmissível. CBF, tira o VAR enquanto é tempo - finalizou.

Corinthians e Fortaleza empataram em 0 a 0, na Arena Castelão. Já o clássico mineiro terminou com vitória do Cruzeiro por 2 a 1, na Arena Independência.