Após nocaute espetacular, Barboza pede luta pelo título e mira Ferguson

Luis Fernando Coutinho

Um dos pontos altos do UFC Fight Night Fortaleza, ocorrido no último dia 11 de março, foi a vitória de Edson Barboza. O carioca acertou uma joelhada voadora espetacular em Beneil Dariush para conquistar o nocaute no segundo round. O triunfo expressivo faz o brasileiro acreditar que está pronto para uma luta pelo título do UFC.

Em conversa com a imprensa após o UFC Fortaleza, Barboza pediu uma revanche com Tony Ferguson. O americano o venceu em dezembro de 2015 por finalização e é cotado para enfrentar Conor McGregor pelo título absoluto dos leves ou então encarar um outro rival pelo cinturão interino.

- Depois dessa vitória, quero ir mais longe. Estou muito feliz, amo o que eu faço. Eu luto com os melhores do mundo. E quero uma revanche com o Ferguson agora. A última luta com ele peguei faltando apenas quatro semanas, e se o UFC me desse essa oportunidade, seriam cinco rounds de guerra. Pode ter certeza - garantiu o lutador, que agora soma três vitórias consecutivas.

Atual número cinco no ranking dos leves, o brasileiro acredita que está pronto para uma luta pelo título. Seja contra Tony Ferguson (pelo cinturão interino) ou contra McGregor (pelo cinturão absoluto).

- Agora, eu sinto que estou no caminho e já posso brigar pelo cinturão. Quero muito que o UFC me dê essa oportunidade. Eu já venho de tantas boas vitórias. Tenho condições de lutar pelo título - declarou.

Sobre o nocaute espetacular conquistado contra Dariush, Barboza detalhou sua estratégia e revelou já ter ensaiado o golpe durante os treinos para o confronto com o rival.

- Eu sei que eu não comecei bem a luta. Demorou pra que eu encaixasse. O Dariush é muito técnico. Mas aí, no segundo round, comecei a encontrar o meu jogo. Já tinha notado que ele deixava a guarda mais aberta e calculei para a cabeça dele estar bem ali na hora da joelhada. Eu havia treinado isso ma preparação - explicou.












E MAIS: