Após maus resultados, Diniz e Raí devem deixar o São Paulo nesta segunda

Gabriel Santos
·2 minuto de leitura


A segunda-feira promete ser de reformulações no São Paulo. Após a derrota para o Atlético-GO, o técnico Fernando Diniz deve ser demitido nas próximas horas. As mudanças não devem parar por aí.

Rojas com futuro indefinido: Veja os jogadores do São Paulo que têm contrato somente até 2021

Com a chegada de Rui Costa como novo diretor de futebol, era certa a despedida de Raí no final do Campeonato Brasileiro. No entanto, essa saída deve ocorrer antes, principalmente pelos maus resultados da equipe no momento. A informação foi divulgada inicialmente pelo 'GE' e confirmada pelo LANCE!.

SIMULE OS PRÓXIMOS JOGOS DO SÃO PAULO NO BRASILEIRÃO

Pesou também a questão da pré-temporada. Sem um período de descanso entre o final do Brasileirão e o começo do Campeonato Paulista, o planejamento será feito no meio das disputas das partidas, o que pode atrapalhar na montagem do elenco e definições para a temporada.

Fernando Diniz também deve se despedir hoje

Em relação ao trabalho de Diniz no comando do São Paulo, a diretoria também deve demitir o treinador nesta segunda-feira. A pressão, que já era grande, aumentou após a derrota para o Atlético-GO, por 2 a 1, em Goiânia. São sete partidas sem vencer.

Com isso, o Tricolor caiu da liderança para a quarta colocação no Brasileirão, vendo o título ficar cada vez mais longe. No cargo desde setembro de 2019, Diniz comandou o São Paulo em 75 jogos, com 34 vitórias, 21 empates e 20 derrotas. Ele estreou no empate por 0 a 0 contra o Flamengo, no Campeonato Brasileiro, em setembro de 2019.

O objetivo maior do São Paulo no momento é a busca pela vaga na fase de grupos da Libertadores. O clube está na quarta posição com 58 pontos, sete a menos que o líder Internacional.

O Tricolor só volta a campo no dia 10 de fevereiro, quando enfrenta o Ceará, no Morumbi, às 21h30, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O elenco ganhou folga nesta segunda e se reapresenta na terça-feira.