Após mais de um mês lesionado, Vanderlei volta a ser titular do Santos

Russel Dias

A principal mudança do Santos para encarar o Santo André, neste sábado, às 15h, começará no gol. Após mais de um mês no departamento médico, o camisa 1 começará jogando, e Vladimir retorna ao banco de reservas.

No dia 10 de fevereiro, o arqueiro fraturou o dedo anelar da mão esquerda durante um treino do Peixe. Há duas semanas, ele passou a defender, mas em ritmo mais ameno.

Já na última semana, o preparador de goleiros Arzul passou a intensificar o trabalho e aumentar a força nos chutes, mas ainda com cautela.

A decisão da comissão técnica aconteceu na última semana, antes do confronto com o São Bento, mas Vladimir ainda não foi comunicado da decisão de Dorival Júnior.

- O que o Vanderlei vem fazendo há dois anos é fantástico. Ele e o Prass são os dois melhores goleiros do país. O Vladimir sempre responde muito bem, mas o Vanderlei acabou se contundindo por uma infelicidade. Futebol tem disso. Por isso o problema fica par ao Dorival. Caso saia do time, ele sai de uma forma boa, sabendo que, quando precisar, tem o apoio dos jogadores e confiança da torcida - disse Victor Ferraz.

Ainda na quinta-feira, Vladimir participou de um evento em que visitou uma escolinha de futebol em Santos e comentou:

- Eu gosto muito desse contato com o torcedor, especialmente com as crianças. Assim que recebi o convite do Elder (ex-jogador) aceitei na hora e gostei muito de falar sobre minha carreira, além de dar dicas sobre o que é preciso para que eles tenham mais chances de realizar o sonho de se tornarem profissionais - disse.












E MAIS: