Após mais de seis anos na Chapecoense, meia Péricles se despede do clube

Futebol Latino
·2 minuto de leitura


Nome que já foi considerado como um dos destaques das categorias de base da Chapecoense, o meia Péricles comunicou sua saída do clube no último domingo (10). O contrato do jogador encerrou no final de dezembro, mas o atleta ainda aguardava algumas pendências contratuais por parte da instituição para que chegasse ao fim a trajetória do atleta que estava na Chape desde o ano de 2014.

- Agradeço muito a Chapecoense pelo longo período em que passei aqui. Foram seis anos de muito aprendizado e evolução profissional. Também construí muitas amizades que com certeza vou levar para toda a vida. Infelizmente o ano de 2020 não foi o que eu esperava, mas sou grato por todo o suporte que tive dentro do clube na minha recuperação. Eu e meu empresário optamos por buscar um novo caminho porque entendemos que é o momento de buscar novos desafios e mais oportunidades - legendou o jogador nas suas redes sociais.

Promovido da base à equipe profissional em 2020 depois de acumular três conquistas na base do Catarinense (duas pelo Sub-20 e uma no Sub-17), o atleta sofreu uma lesão no ligamento cruzado do joelho esquerdo e ficou de fora por praticamente toda a temporada.

O jogador se recuperou no final de novembro e já vinha treinando normalmente com o elenco profissional que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro.

- Já deixei (a lesão) no passado. O importante é que pude aprender bastante com essa situação. Treinei bem com o elenco profissional da Chapecoense e sei que tenho totais condições de poder render em alto nível. Já me sinto 100% recuperado e preparado para voltar a fazer o que mais amo, que é jogar futebol - contou.

Futuro

Pedro Grochot, empresário do jogador, também falou sobre os próximos passos da carreira do atleta. Segundo ele, os dois já analisam algumas oportunidades de alguns clubes brasileiros mas ainda não tem um destino definido:

- Sentimos que é o momento dele buscar um novo desafio para a carreira em uma equipe profissional que também tenha planos de ser competitiva em 2021. Ele é um atleta bem jovem e promissor que ainda pode evoluir bastante, basta ter uma oportunidade.