Após goleada na Copa do Brasil, Luís Castro prega cautela no Botafogo: 'Ser fiel aos princípios'

·4 min de leitura


O Botafogo venceu o Ceilândia por 3 a 0 e abriu uma boa vantagem para o jogo de volta na Copa do Brasil. Após a partida, o técnico Luís Castro elogiou o desempenho do time, mas ressalvou que a equipe tem que se manter fiel aos princípios e ideias do trabalho.

Luís Castro - Botafogo
Luís Castro - Botafogo

A cada jogo Botafogo mostra estar assimilando ideias do técnico Luís Castro (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

> ATUAÇÕES: Kanu é o artilheiro da noite e Victor Sá desequilibra em goleada do Botafogo; veja notas

> 'Poder viver esse momento é grandioso': Kanu destaca fase do Botafogo após vitória na Copa do Brasil

- Nós não podemos, em função daquilo que está a acontecer, de pior ou de bom, abandonar o nosso caminho. Nosso caminho é ser fiel aos princípios ofensivos, defensivos e transições para a equipe em bolas paradas. Em determinados momentos do jogo, nós estávamos a levar o jogo para o caos por uma solução bem simples - afirmou Castro.

No mesmo sentido, o treinador pontuou que o Botafogo atuou de maneira diferente nas duas etapas. No segundo tempo o coletivo prevaleceu mais do que no primeiro.

- Eu acho que só a competição vai nos trazer a paz da primeira parte. Essa paz que precisamos para jogar. O jogo andou e a equipe sobressalta na primeira parte. Nunca foi um jogo jogado, foi um jogo de jogadas. Foi um jogo muito mais coletivo na segunda parte do que na primeira parte. Eu não estou dizendo que a equipe esteve destroçada na primeira parte. Foi um pedaço de jogo bom, mas teve pedaços de jogo que não estiveram - declarou o treinador.

Confira outros pontos da entrevista coletiva:

Daniel Borges
- Ele é um trabalhador. Trabalha muito assim como toda equipe, e eu gosto de sentir a felicidade deles quando se empenham. Eu também fui um lateral-direito que jogou na esquerda. Então fiquei fascinado desde muito cedo para ir aos lugares. Eu também joguei em (linha de) quatro e três. Então fui fascinado, desde muito novo, a perceber que desde que nós entendamos o que fazemos em campo, podemos jogar em qualquer função. E ele está aprendendo, e técnica e taticamente é um jogador muito cumpridor. Hoje foi uma posição que ele não teve que se projetar muito, porque ela o Saravia que se projetava.

Volta ao Rio
- Cansa muito mais ficar longe da família, dos filhos, do que viagem. Eu acho que a dimensão mental não é bem cuidada por nós. E nós temos que cuidar, porque ela é parecida com todas as dimensões. Ninguém mal psicologicamente consegue estar ao nível técnico, tático e físico. Por isso vamos ao Rio, ficar com as famílias, e depois fazer a viagem.

Treino pela manhã
- O jogo foi às 21h30, e achamos que treinando ontem de manhã, e o jogo sendo 21h30, fizemos um combinado para dispor o jogador mais para condição, e foi por isso que nós fizemos o treino de manhã.

Time com cara de Luis Castro
- A equipe terá sempre a cara do Botafogo. Isso é individualizar as coisas. O Luis Castro é só mais um na família Botafogo. Estamos na primeira parte longe de fazer o que queremos, e na segunda parte estivemos mais próximos de fazer. Quer dizer que a equipe está a passar por momentos bons, e depois por momentos não tão bons. E nós passamos por momentos horríveis dentro do jogo, agora tivemos a capacidade de colocar a equipe num bom caminho e fazer um bom resultado.

Bola aérea
- Exige muito timing na entrada da bola. Muitas vezes, equipes muito altas não tem um bom jogo aéreo, e equipes mais baixas tem. É timing para entrada na área, timing para atacar a bola. Isso é uma coisa que, com um trabalho, estamos a resolver cada vez melhor essa situação.

Torcida
- Eu acho que um dos melhores aspectos que podemos ter é o respeito. Respeito pelo trabalho, respeito pela atuação, respeito pelos adeptos, respeitos pelo trabalho. Muito respeito pela torcida do Botafogo. É uma torcida fantástica que mais uma vez se mostrou muito no jogo. Para mim, é um grande prazer trabalhar no Botafogo pela grande família que é a família Botafogo.

O próximo duelo entre as equipes será no dia 12 de maio, às 21h30, no Estádio Nilton Santos. Mas antes, no próximo domingo, o Alvinegro enfrenta o Atlético-GO, o Juventude e o Flamengo, pela Série A do Campeonato Brasileiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos