Após expulsão de Gabigol, Landim cita ofício à CBF e não poupa críticas ao árbitro: 'Lamentável'

LANCE!
·2 minuto de leitura

Após a polêmica expulsão de Gabigol no início da partida contra o Bahia, neste domingo, Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, não poupou críticas ao árbitro Flávio Rodrigues de Souza. Em declarações no intervalo da partida, quando o Rubro-Negro vencia por 2 a 0, o mandatário lembrou um ofício enviado à CBF durante a semana criticando a escolha de uma arbitragem paulista.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

- O que é lamentável nesse processo como um todo é que parece que era algo já esperado. O Flamengo durante a semana mandou um ofício para a CBF porque achávamos que, com o Flamengo disputando com o São Paulo, colocar uma arbitragem paulista em um jogo do Flamengo era um risco desnecessário. A gente imaginava que poderia ter esse tipo de cena, esse tipo de coisa lamentável que acabou acontecendo jogador expulso fora de uma jogada... - disse Landim à Fla TV no intervalo.

Leia também:

Gabriel Barbosa foi expulso aos 9 minutos do 1º tempo por reclamação após uma falta não marcada pelo árbitro. Segundo o juiz, o atacante rubro-negro o mandou "tomar no c..." e, por isso, o expulsou de forma direta.

- No máximo, em tudo que eu já vi em futebol na minha, ele ganharia um cartão amarelo. Ele expulsa um jogador sentado no chão. A gente já imaginava o que poderia acontecer. No entanto, recebemos da Comissão de Arbitragem, da CBF, mais uma vez isso. Isso fala muito de porque o futebol brasileiro continua nesse estádio que está. Atenta contra a credibilidade do futebol brasileiro. O pouco que de credibilidade que tinha, depois do episódio de hoje, estou perdendo. Mas o time está jogando bem. Espero que continue com essa vitória Se a gente não tiver essa vitória, a gente vai entender por quê.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos