Após fala de Leco, Ceni posta em rede: 'Canalhas também envelhecem'

O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva voltou a criticar Rogério Ceni, falando até em despreparo e imagem arranhada do Mito após seis meses como treinador do São Paulo. Depois da nova cutucada de Leco, o ex-goleiro, que raramente faz publicações em suas redes sociais, resolveu usá-las para citar uma frase que fala que "canalhas envelhecem".

- Não se deixe enganar pelos cabelos brancos, pois os canalhas também envelhecem - escreveu Rogério Ceni em seu Facebook, neste sábado, usando citação de Rui Barbosa, importante intelectual brasileiro (político, diplomata e escritor) que viveu entre os séculos XIX e XX.


Rogério Ceni fez a publicação da Europa, onde retomou cursos para se tornar treinador, como vinha fazendo antes de aceitar o convite de comandar o São Paulo. O ex-goleiro vem visitando clubes do continente e, nesta semana, esteve no Lille, da França, comandado pelo técnico argentino Marcelo Bielsa.

Nos últimos dias, Ceni reapareceu nas redes sociais em jantar ao lado do inglês Michael Beale e do francês Charles Hembert. Os dois foram levados pelo Mito para formar sua comissão técnica no Tricolor no começo da temporada e também foram desligados - Beale pediu demissão três dias antes de a diretoria dispensar Ceni e Hembert, em 3 de julho.

Ceni iniciou seu trabalho como técnico em janeiro e foi demitido em julho, após comandar o time por 37 jogos, com 14 vitórias, 13 empates e dez derrotas, conquistando 49,54% dos pontos que poderia. Saiu com a diretoria querendo discutir se deveria lhe pagar a multa de R$ 5 milhões prevista em contrato caso ele fosse demitido com aproveitamento superior a 47%.

Desde que demitiu o ex-goleiro, Leco passou a criticá-lo e se isentar de responsabilidade pelo insucesso de Ceni, que emendou três eliminações seguidas com cerca de um mês de intervalo, no Campeonato Paulistas e nas Copas do Brasil e Sul-Americana. O elenco e a comissão técnica foram muito reformulados depois que o Mito foi demitido, e o time segue na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.





E MAIS: