Após empate, Brasil vai disputar a prorrogação pela quinta vez na história das Copas

Após 90 minutos e um empate sem gols contra a Croácia, o Brasil vai disputar pela quinta vez a prorrogação, na história das Copas. Em todos os jogos, a seleção não conseguiu vencer no tempo adicional, mas também nunca foi derrotada. As decisões, nas quatro oportunidades, aconteceram na disputa por pênaltis.

Tabela da Copa: Datas, horários e grupos do Mundial do Catar

Simulador: Você decide quem será campeão da Copa do Catar

Recorde: Neymar iguala gols de Pelé pela seleção brasileira nas contas da Fifa

Nas penalidades, o histórico do Brasil é favorável. São três vitórias — contra a Itália, em 1994, a Holanda, em 1998, e Chile, em 2014 — e uma derrota — diante da França, em 1986.

No lado europeu, a Croácia disputou prorrogação e pênaltis já no confronto contra o Japão, nas oitavas de final da Copa do Mundo do Catar. E das últimas nove partidas eliminatórias disputadas em Eurocopa e Mundial, oito foram para os trinta minutos adicionais. A única exceção foi na final de 2018, contra a França.