Após derrotar gigantes, Japão quer fazer história e exorcizar fantasma da Copa do Mundo de 2018

Japão foi eliminado em 2018 pela Bélgica (Foto: AFP)


Depois de avançar na liderança do Grupo E e vencer Espanha e Alemanha, o Japão chega nas oitavas de finais como a grande surpresa da Copa do Mundo até então. Nesta segunda-feira, se passar da Croácia, nas oitavas de final, às 12h (de Brasília), no Al Janoub Stadium, a seleção japonesa atingirá dois feitos importantes: a melhor campanha da história do país em Copas e o exorcismo do trauma da Copa de 2018.

O Japão tem seis participações em Copas do Mundo, sendo sua primeria campanha em 1998. Em 2002, foi país sede do torneio ao lado da Coreia do Sul e chegou na fase de oitavas de finais pela primeira vez, quando foi eliminado pela Turquia. Em 2006 e 2014, ficou na fase de grupos, enquanto em 2010 e 2018 chegou até as oitavas, sendo derrotado por Paraguai e Bélgica, respectivamente.

Nesta segunda, o Japão tem tudo para fazer história. Se passar da Croácia, a seleção japonesa chegará ao seu melhor resultado em todas as Copas, o que seria a coroação de uma equipe que venceu, de virada, Alemanha e Espanha na fase de grupos. E de quebra, será uma espécie de exorcização do fantasma da eliminação de 2018.

+ Técnico da Croácia prega respeito ao Japão antes das oitavas da Copa do Mundo: 'Não podemos subestimar'

Na Copa do Mundo da Rússia, a seleção japonesa fazia uma grande partida e vencia a Bélgica por 2 a 0 até os 24 minutos do segundo tempo. A seleção japonesa sofreu a virada, com direito a um gol nos acréscimos, em um lance originado em um escanteio a favor do Japão.

+ Atual vice-campeã, Croácia chega ao mata-mata da Copa do Mundo como incógnita

O trauma da eliminação para a Bélgica ainda está na cabeça dos jogadores japoneses. Yuto Nagatomo, de 36 anos, está na sua quarta Copa do Mundo, e esteve em campo. Em coletiva, o defensor afirmou que os flashes de momentos decisivos daquela partida ainda estão vivos em sua memória e de todo o país.

+ Jogadores da Croácia confessam 'espanto' em enfrentar o Japão nas oitavas da Copa do Mundo

- Nunca esqueci. O último contra-ataque passou pela minha cabeça. Até agora o futebol japonês nunca quebrou a barreira das oitavas de final, e eu mesmo tentei duas vezes ultrapassar essa barreira, mas o resultado foi decepcionante. Vamos esculpir uma página de ouro na história do futebol japonês para que possamos chegar ao melhor resultado amanhã - afirmou.

Portanto, uma vitória contra a Croácia seria o apogeu do futebol japonês em Copas do Mundo. Depois de seis participações, uma histórica quartas de finais seria um momento único para esta equipe que já venceu gigantes como Espanha e Alemanha. Os japoneses têm um sonho, resta saber se o sonho terá um final feliz ou será um pesadelo.