Após derrota no UFC, 'Jacaré' opera e pode ficar seis meses de molho

Não foi apenas a surpreendente derrota para Robert Whittaker que surgiu como notícia ruim para os fãs de Ronaldo ‘Jacaré’. Na ultima quinta-feira (27), o peso-médio (84 kg) do UFC realizou uma cirurgia para corrigir ruptura total do tendão do músculo peitoral maior direito. Com o procedimento, o atleta deve ficar fora das competições de quatro a seis meses.

A cirurgia foi realizada pelo Dr. Rickson Moraes, na cidade do Rio de Janeiro, e durou cerca de duas horas e meia, conforme informou o mateiral divulgado pela assessoria do atleta nesta sexta. De acordo com a equipe, Jacaré sentiu a lesão durante a luta contra Robert Whittaker, no último dia 15, e constatou a gravidade da contusão após ressonância magnética.

“Junto com o Dr. Rickson, decidi pela cirurgia para curar essa lesão de uma vez por todas. Estou me sentindo aliviado. Já estou me recuperando bem, e agora darei um passo de cada vez até voltar aos treinos e ao octógono. Em breve estarei de volta, ainda mais forte e ainda com mais fome de luta, fome de vitórias”, avisou Ronaldo Jacaré.

Aos 37 anos, Jacaré era um dos principais nomes na lista rumo a uma chance de disputa de título. No entanto, o revés e o tempo parado devem adiar os planos do ex-campeão mundial de jiu-jitsu.