Após derrota do Liverpool em Anfield, Klopp assume culpa: 'Era um jogo impossível de perder, mas perdemos'

LANCE!
·2 minuto de leitura


Foram 68 jogos e quase quatro anos sem perder uma partida sequer da Premier League em Anfield. Mas a impressionante sequência do Liverpool chegou ao fim nesta quinta-feira, com a derrota por 1 a 0 para o Burnley. Após o revés, o técnico Jürgen Klopp foi duro consigo mesmo e o rendimento do time na partida.

+ Zagueiro pode sair do Flamengo, Vinícius Júnior atrai o interesse de clubes… Veja o Dia do Mercado!

- Era um jogo impossível de perder, mas perdemos. É minha culpa, porque o meu trabalho é garantir que os rapazes tenham a sensação certa e o nível correto de confiança para tomar as decisões certas.

Mais do que a derrota, outro fator preocupa o treinador alemão: este foi o quarto jogo seguido sem balançar as redes. Apesar das 26 finalizações contra o Burnley, apenas seis foram na direção do gol e todas pararam no goleiro Nick Pope. Para se ter noção, o último gol do Liverpool foi marcado por Mané no dia 27 de dezembro do ano passado, na vitória sobre o West Brom.

– Você tem a bola no lugar certo e não chuta, você passa. Tenho certeza que disse a mesma coisa na semana passada. Quando você tem um problema de algo que não está funcionando, você tem que tentar mais, por mais tempo, e mais frequentemente para tomar melhores decisões. É óbvio que não funcionou nesta noite, e temos que admitir. Não há mais nada a dizer – analisou Klopp.

+ Confira a tabela completa da Premier League

A má fase recente fez o Liverpool se distanciar da briga pela liderança do Campeonato Inglês. O clube estacionou nos 34 pontos e é o quarto colocado. Está a seis pontos do líder Manchester United.

Os Reds voltam a campo neste domingo, justamente contra o rival Manchester United. Mas pela quarta fase da Copa da Inglaterra. O jogo será em Old Trafford, às 14h (de Brasília).