Após derrota do Grêmio, Renato Gaúcho só critica arbitragem e defende time

Técnico entende que o juiz cometeu dois erros fatais e só por isso o Tricolor foi derrotado no Chile

Apesar do Grêmio ter perdido por 2 a 1 para o Deportes Iquique, nesta quarta-feira (3), fora de casa, o técnico Renato Gaúcho disparou diversos elogios para sua equipe. De acordo com ele, o único culpado pela derrota foi o juiz.

O Grêmio reclama que não houve pênalti nem falta nos lances que resultaram nos gols do Iquique: "é inadmissível em uma Libertadores ter uma arbitragem dessa. Foram dois erros fatais. Então o tema de hoje, da minha parte, é arbitragem", afirmou Renato.

O técnico ressaltou diversas vezes que não gosta de culpar apenas a arbitragem: "vocês me conhecem, não gosto de falar de arbitragem. Mas a gente se prepara para um jogo difícil, tem toda uma preparação, e dois erros decidem o jogo. Não estou encontrando desculpas, o time perdeu, mas hoje, acho, deveríamos falar mais da arbitragem do que sobre a atuação do time".

Quando foi questionado sobre os problemas da atuação do Grêmio, Renato despistou e falou da arbitragem de novo: "meu time está muito bem, terminou o Campeonato Gaúcho jogando em alto nível. Saímos por dois erros. Hoje o meu time é lider do grupo na Libertadores. Tudo está muito certo. Os treinamentos estão muito bem, não vão mudar, vamos continuar fazendo a mesma coisa. Agora, jogar contra o homem de preto é difícil".

Por fim ele também mostrou otimismo sobre a situação do Grêmio na Copa Libertadores: "sei que o Grêmio vai classificar e pode ser primeiro, dependendo de amanhã. Hoje não conseguiu a classificação porque vocês viram o que aconteceu".

O Grêmio ainda lidera o Grupo 8, com 10 pontos, mas agora o Iquique está logo atrás, com 9. O Guarani-PAR tem 7 pontos e um jogo a menos. Para se classificar o Grêmio terá que conseguir um empate em casa, contra o Zamora, lanterna do grupo que ainda não pontuou na competição. 

Leia também