Após deixar o futebol com 22 anos, ex-jogador cria marca própria e se torna referência

Futebol Latino
·2 minuto de leitura

Com passagens por Juventus-SP, Atlético Sorocaba, Matonense, Tigres-RJ e Duque de Caxias, o então jogador de futebol Maurício Nassar decidiu por colocar fim à sua carreira com apenas 22 anos de idade, algo bastante incomum no esporte. Isso porque, além de sofrer com diversas lesões, ele também passou por grande dificuldade financeira, ponto principal para que ele tomasse a difícil, porém necessária decisão de deixar os gramados.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Atualmente com 29 anos, Maurício não quis ficar se lamentando e, então, buscou se reinventar. E, hoje, certamente ele pode dizer que conseguiu superar todos os obstáculos que surgiram até então em sua curta carreira como empreendedor do ramo da moda.

Leia também:

Isso porque Maurício Nassar resolveu investir na criação e desenvolvimento de uma marca própria de roupas batizada de "Eleggoá" buscando elegância e ego, itens que são justamente os responsáveis pela origem do nome de seu novo negócio.

Há quatro anos neste cenário, o empresário relembra seu início e destaca a importância de ter amigos conhecidos principalmente no ramo artístico para crescer e alcançar o sucesso que possui hoje em dia:

- Minhas amizades foram fundamentais desde o início do projeto em vários aspectos. Na divulgação, mídia e motivação, principalmente dos mais próximos, que deram muita força e acreditaram na marca - declarou Maurício.

Ferrugem, Gusttavo Lima, Turma do Pagode, Pixote, Vou pro Sereno, Mc Kekel , MC WM, Victor Sarro... esse são apenas alguns dos artistas que vestem Eleggoá e levam seu nome por todo o Brasil e até no exterior. Algo que foi possível, também, por alguma iniciativas bastante ousadas do empresário.

- Foi muito importante esse trabalho de divulgar a marca. Teve uma vez que eu peguei 100 camisas sem que meu sócio soubesse e dei para as pessoas. Isso fez a diferença - diz o empresário, que hoje conta com um showroom e confecção própria no bairro da Mooca, em São Paulo.

Em questão de valores, apesar de ser consumida por diversas celebridades, Maurício ressalta o custo-benefício de sua marca e afirma que isso ajuda muito para o crescimento de seu negócio e seus parceiros.
- Hoje não existe, no mercado de vestuário, nenhuma marca com o produto similar ao nosso nas questões matérias prima, desenvolvimento e força de mercado (isso inclui nome e divulgação) com o mesmo valor ou abaixo do que praticamos. Isso não é especulação, é um fato. Fato que ajuda muito na nossa expansão e consequentemente de todos os nossos parceiros - concluiu o ex-jogador.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos