Após críticas, Galvão Bueno explica uso da expressão 'vergonha': 'Da atitude da Argentina'

·2 minuto de leitura


Comandando a transmissão do Grupo Globo na partida entre Brasil e Argentina, Galvão Bueno deu fortes declarações após a partida ser interrompida e posterior suspensa após ação da Anvisa. O narrador classificou o entrevero como "vergonha mundial" e responsabilizou argentinos pela confusão. Um dia depois do caso, ele voltou a comentar sobre a polêmica, mas para explicar a utilização do termo que viralizou.
+ Veja a posição do seu time no Brasileirão!

Apesar de enaltecido pela grande maioria dos internautas, o narrador recebeu críticas na internet por, supostamente, culpar o governo federal pela suspensão da partida.

Em uma rede social, Galvão Bueno disse que teve este sentimento diante das imagens e, principalmente, perante a atitude da seleção argentina de falsificar informações.

- Bem, amigos, eu volto ao assunto do cancelamento do jogo de ontem principalmente para explicar àqueles que possam não ter entendido bem o que eu quis dizer. Principalmente com a expressão 'vergonha - começou Galvão.

- Vergonha pelas imagens que foram mostradas, mas principalmente vergonha da atitude da seleção argentina de falsificar um documento. Já existe a prova da falsificação, inclusive o nome de quem fez a falsificação deste documento - completou.

Na sequência, ressalta sua posição em defesa da Anvisa, que entrou em campo para segregar quatro jogadores argentinos que descumpriram protocolos sanitários contra Covid-19.

- Também quero deixar claro para aqueles que possam não ter entendido bem que estive sempre, o tempo inteiro, concordando e elogiando a atitude da Anvisa, que, desde o início da história, tentou autuar os argentinos e mostrar que aqueles quatro jogadores tinham que ficar em quarentena e tinham que ser retirados do país - exclamou o narrador.

- E também disse de forma muito clara, várias vezes, que, desta forma, o jogo não poderia ser realizado. Mas também continuo achando que aqueles do esporte ou que, de alguma forma, tentaram dar 'um jeitinho' nas coisas e tentaram deixar o futebol neste mundo paralelo, têm que ser identificados e responsabilizados - concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos