Após corte por lesão da França, Nkunku sai em defesa de Camavinga

Christopher Nkunku será jogador do Chelsea na próxima temporada (Foto: BERTRAND GUAY / AFP)


Christopher Nkunku sofreu um duro golpe nesta terça-feira. Ao se lesionar em atividade da seleção francesa, no CT em Clairefontaine, em Paris, o atacante foi cortado e não defenderá a França na Copa do Mundo do Qatar. Após o choque, o jogador se manifestou, reforçando a torcidas pelos Bleus e saindo em defesa de Camavinga.

- Ontem à noite, após os exames médicos, tive que deixar a seleção para a Copa do do Mundo. Agora, vou trabalhar por um único objetivo: voltar ainda mais forte. Meu pensamento está com meu companheiro Eduardo Camavinga, injustamente culpado. A Copa do Mundo deve ser um tempo de comunhão, e não divisão. Obrigado a todos meus companheiros e estafe pelo apoio. Eu serei o seu primeiro torcedor! Façam-nos orgulhosos! - publicou Nkunku.

Já sem Nkunku, a delegação dos Bleus desembarcou em Doha, no Qatar, nesta quarta-feira. Kolo Muani, escolhido por Didier Deschamps para substituir o atacante do RB Leipzig (ALE), se junta à seleção da França nesta quinta. A estreia no Mundial será no dia 22, contra a Austrália. Dinamarca e Tunísia completam o Grupo D.