Após consulta de Alexandre Campello, ata da eleição do dia 7 é protocolada na secretaria do Vasco

LANCE!
·2 minuto de leitura


A corrida eleitoral do Vasco continua recheada de polêmicas. E nesta segunda mais uma delas aconteceu. Pela manhã, Sérgio Romay, vice-presidente do Conselho Deliberativo, foi ao clube para protocolar a ata da eleição do último dia 7 e ratificar o resultado, em que o candidato Leven Siano, do Somamos, foi o mais votado. No entanto, ele não conseguiu encontrar o documento no primeiro momento.

-> Confira aqui a tabela do Campeonato Brasileiro

Vale destacar que, o documento foi assinado por Alcides Martins, vice-presidente da Assembleia Geral, citado como "presidente em exercício da AG" durante o pleito do dia 7. Duas horas depois, o atual presidente Alexandre Campello fez uma consulta ao departamento jurídico do clube e autorizou que a ata fosse protocolada.

Além de Alcides Martins, outros presidentes de poderes do Vasco assinaram a ata. Roberto Monteiro, presidente do Conselho Deliberativo, Sérgio Romay, vice do Deliberativo, e Silvio Godói, presidente do Conselho de Beneméritos.

De acordo com a visão deles, a ausência da assinatura de Faués Cherene Jassus, o Mussa, presidente da Assembleia Geral, aconteceu, pois ele deixou São Januário antes do fim da votação (dia 7) após a chegada da decisão judicial, que determinou a suspensão da eleição.


Leven e Romay criticaram a postura da direção do clube antes da ata ser protocolada

Durante a confusão pela manhã, o candidato Leven Siano fez duras críticas ao atual mandatário Alexandre Campello, em sua rede social, e afirmou que ele não respeita o estatuto do clube.

- Campello, mostrando que tem lado, que não respeita o estatuto e os órgãos do clube e nem o direito constitucional de petição e protocolo, acaba de ordenar à secretaria do clube que, ilegalmente, não receba petição da mesa diretora da AGO proclamando o resultado das eleições no Vasco – disse Leven.

Além dele, Sérgio Romay, vice-presidente do Conselho Deliberativo, divulgou um vídeo em que lamenta não ter conseguido protocolar o resultado do último dia 7 durante a manhã desta segunda.

- Vamos deixar aqui um documento sem protocolo. Que fique registrada a nossa tristeza por esse ocorrido, isso está sendo filmado para ficar gravado efetivamente. Chegamos aqui na secretaria do clube para protocolar uma ata de retificação da Assembleia Geral. No momento em que entreguei o documento à funcionária da secretaria, ela se dirigiu até uma sala interna da secretaria. Não sabemos o que ocorreu lá. O tempo se passou, eu cobrei, e ela veio dizer que passou o documento por zap para o diretor Eduardo, e esse fez contato com o presidente Alexandre Campello, que deu a ordem para que não protocolassem nenhum documento a respeito do processo eleitoral do Vasco - disse Romay.