Após bater líder, Corinthians busca nova vitória contra lanterna do Brasileiro

·3 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Passadas 25 rodadas do Campeonato Brasileiro, o Corinthians não conseguiu obter ainda uma sequência simples, de duas vitórias consecutivas. Nesta segunda-feira (21), no fechamento da 26ª rodada, o time alvinegro enfrentará o lanterna Goiás, às 20h, na Neo Química Arena (com transmissão do SporTV, menos para São Paulo), uma semana após vencer o clássico com o líder São Paulo, por 1 a 0. O triunfo diante do rival fortaleceu um bom momento da equipe corintiana no Nacional. Está invicta há quatro partidas, com duas vitórias (São Paulo e Coritiba) e dois empates (Grêmio e Fortaleza). A série foi importante para afastar o Corinthians da parte de baixo da classificação e permitir que passasse a almejar objetivos maiores na competição, como uma vaga na Libertadores. Essa foi a meta traçada por Vagner Mancini após o time ter superado São Paulo. "Essa vitória nos dá a possibilidade de sonhar um pouco mais no campeonato. Estamos distantes do grupo da frente, mas vamos buscar jogo a jogo", afirmou o treinador. Desde a chegada dele, na primeira quinzena de outubro, o Corinthians acumula 60% de aproveitamento no torneio, com cinco vitórias, três empates e duas derrotas. Foram nove gols marcados e nove sofridos. A equipe soma 33 pontos e está na 10ª colocação. Quando Mancini assumiu o time, na 16ª rodada, os corintianos estavam em 17° na posição, na zona de rebaixamento, então sob o comando de Dyego Coelho, com 15 pontos. Com Coelho, o aproveitamento geral do Corinthians foi de 28,5%. Em sete jogos, todos pelo Brasileiro, o time acumulou três derrotas, três empates e uma vitória. Um rendimento pior, inclusive, do que o de seu antecessor, Tiago Nunes. Contratado em dezembro de 2019, ele assumiu no início deste ano e registrou 47,4% de aproveitamento, em 26 jogos, com nove vitórias, dez empates e sete derrotas - no período, foi vice-campeão Paulista e amargou uma queda precoce na Libertadores, na segunda eliminatória antes da fase de grupos. Além do Nacional, Vagner Mancini também comandou o Corinthians em dois jogos pela Copa do Brasil, na fase de oitavas de final, quando o clube foi eliminado pelo América-MG após uma derrota e um empate. Com as partidas pelo mata-mata, o aproveitamento do técnico na equipe até o momento cai para 52%. Para o confronto contra o Goiás, Mancini será forçado a fazer mudanças na formação da equipe. Cantillo sofreu um estiramento no músculo adutor da coxa direita e não poderá atuar. Xavier e Camacho são os principais candidatos à vaga do volante colombiano. Roni também disputa, e Mancini disse que pode optar ainda por um armador. No ataque, o treinador também deverá promover uma mudança, uma vez que Jô cumpriu suspensão no clássico e volta a ficar à disposição para a vaga ocupada por Léo Natel. CORINTHIANS Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Gabriel e Camacho; Ramiro, Cazares e Otero; Jô. T.: Vagner Mancini. GOIÁS Tadeu; David Duarte, Iago Mendonça e Heron; Shaylon, Ratinho, Breno, Miguel Figueira e Jefferson; Rafael Moura e Fernandão. T.: Enderson Moreira Estádio: Neo Química Arena Horário: 20h desta segunda (21) Juiz: Bruno Arleu de Araujo (RJ)