Após adeus, Boselli pode terminar 2020 como artilheiro do Corinthians

Alexandre Guariglia
·2 minuto de leitura


Na última quinta-feira, em mensagem publicada em suas redes sociais, Boselli se despediu do Corinthians antes mesmo de seu contrato sem encerrar, em 31 de dezembro. O jogador, que desde outubro não vinha atuando e apenas treinava com o grupo, terá outro destino em 2021. No entanto, mesmo já fora do clube ele pode terminar 2020 como um dos artilheiros do elenco.


TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

GALERIA
> Relembre 20 momentos mais marcantes do Corinthians na década

Ao longo deste ano, o argentino atuou em 24 jogos e fez seis gols, todos eles marcados antes da parada por conta da pandemia de coronavírus, quando ele vinha em boa fase e chegou a anotar três tentos em uma mesma partida, logo na estreia do Paulistão, contra o Botafogo-SP, na Neo Química Arena.

A boa fase do atacante, porém, durou entre janeiro e março de 2020. Depois da pausa, o Corinthians contratou Jô, que chegou para ser titular absoluto, enquanto Boselli seria reserva, já que antes, com Vagner Love (que deixou o clube em junho), os dois disputavam a posição no ataque de Tiago Nunes.

Esses seis gols, como dito acima, permaneceram como a marca do argentino nesta temporada, já que ele não balançou a rede entre julho e dezembro, até sua saída, na última sexta-feira. Nesse período, aliás, foram apenas 11 partidas, três delas como titular. Isso porque lesões acabaram afastando o jogador por um bom tempo, e os técnicos optaram por outras peças para a posição.

Mas esses seis gols ainda dão a Boselli o status de artilheiro do time na temporada ao lado de Luan e de Jô, que igualou os seis tentos na última segunda-feira, ao balançar a rede diante do Goiás. Se neste domingo, contra o Botafogo, no Nilton Santos, os dois saírem de campo sem marcar, fecharão 2020 dividindo a liderança do ranking de goleadores com o argentino.

Ao todo, Boselli encerrou sua passagem pelo Corinthians com 72 jogos e 17 gols marcados. Em 2019, seu primeiro ano no clube, o atacante foi o terceiro maior goleador do elenco atrás de Vagner Love e de Gustagol. Sem ter o brilho que se esperava, o argentino pode dar adeus ao Timão com o status de artilheiro do ano em 2020, marcando seu nome na história do Alvinegro.

Artilharia do Corinthians em 2020:

Boselli - 6 gols
Luan - 6 gols
Jô - 6 gols
​Gil - 4 gols
Everaldo - 3 gols
Ramiro - 3 gols
Éderson - 3 gols
Danilo Avelar - 3 gols