Após 21º lugar no Europeu, Zarif faz ajustes com foco no Mundial de Finn

LANCE!
·1 minuto de leitura


Após a participação no Campeonato Europeu de Finn, disputado em Vilamoura, em Portugal, o brasileiro Jorge Zarif segue no país europeu intensificando seus treinos para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

O atleta paulista, 21º colocado no evento que marcou seu retorno às disputas internacionais após quase dois anos, terá mais uma competição de alto nível nos próximos dias. Será o Mundial de Finn, entre os dias 5 e 12 de maio, na cidade do Porto, também em Portugal.

O brasileiro está testando equipamentos enviados do Brasil para a Europa pela PGL ao lado do treinador Alexandre Paradeda.

O último material a chegar foi o mastro. Na cidade do Porto, Jorge Zarif vai aproveitar a semana para se adaptar ao barco dos Jogos.

- Não temos muito tempo a perder, pois a pandemia nos tirou um grande período de treinos no exterior e a possibilidade também de correr contra os meus adversários em Tóquio - disse Zarif.

Na avaliação de Alexandre Paradeda, a rotina intensa de treinos e testes em Portugal está sendo proveitosa.

- Ele competiu com barco alugado, o mastro e as velas novas chegaram para o campeonato em cima da hora. Isso prejudicou um pouco na velocidade, então o objetivo do Europeu era quebrar o gelo na parte física. Agora, o foco é o Mundial. Estamos no Porto há uma semana, com um mastro já acostumado, e que provavelmente será o mastro da Olimpíada. Estamos nos preparando bem e temos tempo para o Campeonato Mundial. Está tudo correndo dentro do planejamento, estamos muito motivados - disse o treinador.

Mesmo com a indefinição de calendário, Zarif treinou em praticamente dois períodos cinco vezes por semana para chegar pronto para as regatas de 2021 em Ilhabela (SP) e no Rio de Janeiro (RJ).