Após 15 anos de Globo, apresentador Ivan Moré processa emissora por direitos trabalhistas

LANCE!
·1 minuto de leitura


Após trabalhar como repórter e apresentador no Grupo Globo por cerca de 15 anos, o fim do relacionamento entre o jornalista Ivan Moré e a emissora será na Justiça. Neste sábado, o Uol informou que Ivan abriu um processo contra a emissora carioca por direitos trabalhistas. Aos 44 anos, ele trabalhou no canal entre 2004 e 2019.

+ Veja a tabela do Paulistão e confira os jogos da rodada

O ex-apresentador do "Globo Esporte SP" deseja comprovar que tinha vínculo empregatício com o canal durante o período em que trabalhou na Globo não foi fixado nenhum valor prévio. O caso agora será trabalhado na Justiça, que deve exigir documentos que comprovem a reclamação. O vínculo de Moré era como PJ (Pessoa Jurídica).

Por ter um contrato sem muitos direitos trabalhistas, Ivan Moré não recebia 13º salário ou exigências de CLT. Segundo o portal, Moré afirma que havia vínculo de trabalho com a Globo, porque ele era obrigado a cumprir uma escala de horário e tinha subordinação a seus chefes, algo que não deve acontecer com quem presta serviço.

Nos últimos dias, Ivan Moré quase acertou contrato com SBT. Ele chegou a gravar um piloto de um programa esportivo no canal de Silvio Santos, porém, o mandatário do canal rejeitou o apresentador e colocou sua filha para comandar a atração.

A pandemia de Covid-19 fez com que a Justiça brasileira recebesse mais tempo para finalizar os processos abertos, e, portanto, não há ainda previsão para o fim dos trâmites. Nem a Globo nem o jornalista comentaram o assunto. Na Globo, Ivan Moré foi apresentador do programa local em duas oportunidades: entre 2010 e 2013 e entre 2015 e 2019. Ele atuava também no SporTV.