Após 13 meses, Federer volta às quadras com vitória em Doha

·1 minuto de leitura
Roger Federer voltou a jogar após 13 meses afastado das quadras

O tenista suíço Roger Federer fez um retorno triunfante às competições, após 13 meses longe das quadras devido a uma lesão, derrotando o britânico Daniel Evans por 7-6 (10/8), 3-6, 7-5 pelo torneio de Doha, nesta quarta-feira.

O atual número 6 do ranking ATP, que fará 40 anos em agosto, não mostrou sinais problemas físicos em uma partida de duas horas e meia contra o número 28 do mundo. Agora, ele enfrentará na próxima rodada Nikoloz Basilashvili (N.42), da Geórgia.

“É bom estar de volta; estar aqui sem olhar se ganho ou perco”, declarou após o duelo o vencedor de 20 torneios do Grand Slam (recorde que divide com o espanhol Rafael Nadal).

Foi o primeiro jogo oficial de Federer após treze meses de longe das quadras e duas cirurgias no joelho.

A última partida oficial do tenista suíço foi a semifinal do Aberto da Austrália de 2020, na qual foi derrotado pelo sérvio Novak Djokovic.

Logo depois, Federer decidiu fazer uma artroscopia no joelho direito, que o incomodava há muito tempo.

A suspensão do circuito ATP devido à pandemia covid-19 e uma segunda artroscopia no mesmo joelho, em maio, afastaram Roger Federer por um longo período das competições.

gw-ig/fbx/mcd/lca