Após “ótimo dia”, Verstappen mostra otimismo em Singapura: “Parecemos competitivos”

Redação GP

Ao menos nesta sexta-feira (20), Max Verstappen confirmou as expectativas que apontavam para a Red Bull como a principal adversária da Mercedes nas ruas de Marina Bay, em Singapura. Na primeira sessão de treinos livres, o holandês foi o mais rápido em um fim de tarde que não chegou a mostrar a real força das equipes de ponta por conta da variedade dos pneus utilizados e também o clima. Já à noite, em horário e tempo idênticos aos que os pilotos vão enfrentar na classificação, Lewis Hamilton cravou o melhor tempo do dia, mas Verstappen não ficou tão longe, sendo apenas 0s184 mais lento que o pentacampeão.

Com o desfecho dos trabalhos de pista, Verstappen não escondeu a animação com a performance do seu carro durante o dia e disse que só não fez uma volta melhor na sua tentativa de melhorar os tempos nesta noite por conta do tráfego.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Foi um ótimo dia!”, comemorou o holandês, bem satisfeito com o que viu ao longo do dia em Singapura. “Testamos várias coisas que acabaram por funcionar bem. A sensação geral dentro do carro foi muito boa, o carro funcionou bem durante as duas sessões. Claro que sempre há coisas que poderiam ser melhores, mas tudo correu bem”, disse.

Max Verstappen foi um dos mais rápidos da sexta-feira em Singapura (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)


“Parecemos competitivos, embora Lewis também pareça muito forte”, considerou Max.

Verstappen só lamentou mesmo pelo trânsito intenso à sua frente, o que acabou por fazer, na sua visão, a diferença para que o tempo de volta fosse ainda melhor no segundo treino. As melhores marcas foram registradas com os pneus macios.

“Peguei três ou quatro carros lá, por isso meu último setor não foi tão bom. Estava pouco mais de uns 0s2 mais rápidos do que antes com os pneus duros, então acho que parecemos fortes de qualquer forma”, finalizou.

Por outro lado, Alexander Albon viveu uma sexta-feira mais complicada, sobretudo à noite, quando, em uma escapada, acabou por danificar a asa dianteira desenvolvida pela Red Bull. Pouco depois, porém, o anglo-tailandês conseguiu encaixar uma volta boa que chegou a lhe valer até a liderança do treino.

Alexander Albon destruiu a asa dianteira após batida na barreira de proteção (Foto: Reprodução)


No fim das contas, o piloto, no seu terceiro fim de semana com a Red Bull, completou os trabalhos do dia em quinto e surpreso com a performance do carro pouco depois de ter dado uma outra escapada da pista.

“Por ter feito a volta logo depois, não foi tão ruim, esperava algo pior. Ainda estou chegando lá, preciso garantir que o carro vai estar bom, então há algum trabalho a ser feito ao longo da noite, então vamos ver amanhã”, disse.

“Travei as rodas uma volta antes e acabei deixando o pneu quadrado. Estava acelerando e travei o pneu de novo, no mesmo lugar”, contou Alex, que prevê dificuldades mesmo tendo uma sensação positiva ao guiar o RB15 nesta sexta-feira.

“A impressão é boa. Não é uma pista fácil. Há tantas curvas e não há apenas a questão do superaquecimento, mas também os pneus e os freios. Vai ser difícil no domingo, tenho certeza. Ainda não estou tão confiante, mas tenho certeza de que a classificação vai ser divertida”, concluiu.


A F1 volta a acelerar em Singapura na tarde deste sábado, ainda manhã no Brasil, a partir de 7h (horário de Brasília), enquanto a sessão que vai definir o grid de largada acontece às 10h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL. Siga tudo aqui.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.







Leia também