Aos 86 anos, engenheiro civil participa da Corrida de São Sebastião

·2 min de leitura

RIO — O nome dele é Sebastião. Não por conta de o santo ser padroeiro do Rio de Janeiro, mas foi uma coincidência feliz, ele narra. Alagoano de Taquarana, cidadezinha de 20 mil habitantes, Sebastião Tenório de Oliveira se mudou para o Rio em 29 de julho de 1954, em busca de uma vida melhor. Era apaixonado pela Cidade Maravilhosa, na época capital do país. E, desde então, vive suas belezas intensamente. Aos 86 anos, o morador de Ipanema caminha diariamente pela Lagoa e se prepara para correr cinco quilômetros na Corrida de São Sebastião nesta quinta-feira, dia do santo. Será a sua nona prova de rua.

— Quando cruzo a linha de chegada de uma prova, a alegria é indescritível. Adoro caminhar. Tenho boas ideias, me desligo do mundo e me sinto mais disposto — relata ele, acrescentando que não se vê morando em outro lugar. — No colégio, a gente lia muito sobre o Rio. Era um paraíso, o lugar mais bonito de todos.

As conquistas de Sebastião não param por aí. Ele conta, com orgulho, que se formou em Engenharia Civil pela Universidade Federal Fluminense (UFF), apesar da origem humilde.

— Só fui descobrir o que era gelo aos 7 anos. Na roça, não tinha nada. Andávamos a cavalo. Meu pai me botou para estudar para ter uma vida melhor — diz.

A largada da 30ª edição da corrida de São Sebastião será às 7h30m, entre as ruas Cruz Lima e Tucumã, no Flamengo. O percurso, de cinco ou dez quilômetros, será ao longo do Parque do Flamengo.

João Traven, da Spiridon Eventos, organizadora da prova, ressalta que é uma corrida tradicional:

— Muita gente vem passar o feriado na cidade para participar. Para nós, que amamos o esporte, é muito importante esta retomada dos eventos esportivos. No ano passado não conseguimos realizar a prova por questões de segurança. Mas este ano estamos com toda força e seguindo os protocolos oficiais na prevenção contra a Covid-19.

É indispensável a apresentação do cartão de vacinação no momento da retirada do kit para a corrida e o uso de máscara dentro da arena.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos