Aos 80 anos, jornalista e político Mané de Oliveira morre após parada cardiorrespiratória

LANCE!
·1 minuto de leitura


O jornalismo esportivo brasileiro perdeu, neste sábado, o comunicador e ex-político Mané de Oliveira, aos 80 anos. Mané, que vinha lutando contra um câncer desde o ano passado, faleceu em Goânia, em Goiás, vítima de uma parada cardiorrespiratória, nesta madrugada, de acordo com familiares. As informações são do G1.

+ Veja a tabela de classificação do Brasileirão Série A

Desde setembro de 2020, Mané estava se recuperando do câncer de pulmão, fígado e intestino, Ele deixa sua esposa e sete filhos. Em goiânia, ele trabalhou por mais de 50 anos na crônica esportiva e se notabilizou por participar das equipes de esporte em diversas rádios locais, como Difusora e Folha de Goiás.

Nascido em Pires do Rio, na região sudeste de Goiás, ele esteve como deputado estadual em 1986 e 2014. Ele retornou à vida pública após o assassinato do seu filho mais velho, o também cronista esportivo Valério Luiz de Oliveira, morto a tiros em 2012. Após 28 anos, ele foi o parlamentar com mais votos na região.

O corpo será velado no Ginásio de Campinas, no Setor Campinas, a partir das 11h. O sepultamento será realizado às 19h, no Cemitério Jardim das Palmeiras, de acordo com informações do G1.