Ao L!, Túlio Maravilha relembra dias na 'Fazenda', sonha com estátua e avisa: 'O céu é o limite'

Rodrigo Portella* |
LANCE!


Com mais de mil gols na carreira e diversos clubes no currículo, o ex-atacante Túlio Maravilha acabou em uma aventura bem diferente dos confrontos dentro das quatro linhas e falou com o L!. Terceiro eliminado, na última quinta-feira, do reality show da Record "A Fazenda 11" - com mais de 40% dos votos -, o ídolo do Botafogo avaliou a sua participação na atração e projetou que estilo pode ter o atrapalhado na disputa.

O ex-peão ainda comentou sobre sua gafe na estreia, ao errar o nome do apresentador Marcos Mion pelo ex-Big Brother Brasil Pedro Bial. O ex-jogador falou também sobre seus projetos futuros - as escolinhas Maravilhas sociais, além do lançamento de sua autobiografia e o sonho de ganhar uma estátua do Botafogo.

- Foi muito bom, eu gostei da experiência. É um reality diferente, onde você luta contra o tempo, contra você mesmo, tem muito tempo ocioso. Escuta muita lorota, conversa fiada. Não é o meu perfil, não, mas eu já sabia que iria encontrar essa dificuldade - disse o ex-jogador, com exclusividade ao L! sobre os dias que passou dentro do programa.



Confira o que disse Túlio Maravilha, de 50 anos.

PESSOA CALMA E FECHADA DENTRO DO REALITY
- Sou eu! Eu não vou entrar em um reality dessas para ser um mascarado, um personagem ou querer brigar com todo mundo, querer ser o protagonista, aprontar, fazer e acontecer. Não! Eu sou eu, pai de cinco filhos, marido, muito bem casado. Esse é o meu perfil. O Túlio dentro e fora da "Fazenda", entendeu? Da mesma forma que eu fui lá, eu sou aqui.

TÚLIO PROVOCADOR EM CAMPO
- Agora, o Túlio falastrão, jogador, irreverente, polêmico... Isso era outro personagem. E eu com 50 anos, o que tinha de ser polêmico eu já fui. Estou mais na fase de calmaria.

GAFE NA ESTREIA: "Com certeza, Bial!"

- Foi justamente na estreia. Primeiro dia de "Fazenda", aquela expectativa toda, estávamos conversando. De repente, o Bial... (risos) Mion. Eu já ia falando Bial de novo. O Mion entrou de surpresa e logo de cara já foi perguntando para mim. E eu com o Big Brother na cabeça, aquela coisa Bial, Mion... Sem querer acabou saindo, né? Mistura de Mion e Bial, Miau! Nem ele percebeu na hora, só depois que comentaram para ele que eu cometi essa gafe. Foi descontraído e saiu naturalmente.







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
Túlio Maravilha A Fazenda
Túlio Maravilha A Fazenda

Ex-atleta errou nome de apresentador na estreia (Reprodução/ Record)

VIDA PÓS-FAZENDA
- Agora eu estou "disponível" no mercado. Meu objetivo é a minha escolinha: Maravilhas sociais, mil gols de inclusão. Um núcleo de escolinhas sociais para crianças carentes, são duzentas crianças para cada núcleo de futebol.

PROJETO SOCIAL
- Eu tenho dois núcleos nos municípios do Estado de Goiás, um em Uruaçu e outro em Cristalina. São 400 crianças que a minha equipe atende, dá palestras a cada três meses, dando material - camisa, calção, chuteira, bolas, apitos, garrafinha de água, bonés, sacolas - enfim, são treinamentos para essas crianças na parte da manhã e tarde. Então eu vou focar bastante nesse projeto, fazendo parcerias.

Esse é o meu legado e o objetivo é chegar até 2020 com mais de cem escolinhas pelo Brasil. Serão mais de 20 mil crianças que eu vou tirar das ruas, das drogas, violência, da prostituição, do tráfico, quero dar oportunidade dessas crianças serem alguém na vida. Se forem jogadores famosos, ótimo! Se não forem, quero dar a oportunidade de serem cidadãos de bem, com dignidade.

LANÇAMENTO DE LIVRO SOBRE A CARREIRA

- No ano que vem 17 de dezembro de 2020, poder lançar a minha autobiografia, o meu livro, com o título "Túlio Maravilha, o show continua". Então já está na fase dos "finalmentes". Eu acredito que até o começo de fevereiro e março, a gente já esteja concluindo este livro para poder lançar exatamente dia 17 de dezembro, quando farão 25 anos do título de campeão brasileiro do Botafogo, em 1995. Será um presenta para mim e toda a torcida Alvinegra.

RECONHECIMENTO DOS ALVINEGROS
- Quero ganhar uma estátua no (Estádio) Nilton Santos, como Garrincha, Nilton Santos, Zagallo, Jairzinho e tantos outros. E depois do livro lançado, o projeto é fazer um filme contanto toda a minha história, minha trajetória de vida.












Túlio Maravilha
Túlio Maravilha

Túlio com a camisa do Botafogo (Foto: Reprodução)

PARTICIPAR DE OUTRO REALITY
- Eu queria ir porque eu gosto de desafios, de estar na mídia, ter visibilidade. Então, na minha opinião, é um dos mais difíceis. Tanto que o prêmio é muito grande, são três meses... Não é para qualquer um. Tem que estar preparado psicologicamente e pronto para ouvir muita besteira, muita lorota. E eu com sou um pai de família, com 50 anos, tive que ter muita paciência para passar o tempo lá.

NOVAS CHANCES NO FUTEBOL E NA TELEVISÃO

- O show continua! Eu estou em plena forma aos 50 anos, tenho alguns convites para jogar futebol. Claro, assim, de equipes menores, menos expressão do futebol brasileiro. Se pintar um convite, se eu estiver disponível, vou aceitar sim. Tendo saúde, tendo disposição, eu quero deixar bons exemplos para essa garotada.

E se houver outros programas, como o Dance Brasil, da Record, Show dos Famosos, eu topo tudo. Sendo coisa digna, tudo do meu perfil, eu sou um cara de desafios, não paro não. Enquanto estiver vivo, com o coração batendo, terei sonhos e metas. O céu é o limite para Túlio Maravilha.

*Estagiário sob supervisão de Paulo Victor Reis.







Leia também