Ao L!, Rafinha projeta duelo contra o Manchester City e exalta Guardiola: 'Melhor treinador que eu tive'

João Marcos Santana*
·3 minuto de leitura


Pela Liga dos Campeões, o Manchester City recebe, nesta terça-feira, o Olympiacos, da Grécia. O jogo marcará o reencontro do lateral-direito Rafinha, ex-Flamengo e Bayern de Munique e que atualmente joga na equipe grega, com o técnico Pep Guardiola, que comanda os ingleses, mas que também treinou o time alemão.


E em entrevista exclusiva ao LANCE!, Rafinha falou sobre a partida pela competição continental, além de comentar sobre sua relação com o treinador catalão. Segundo o ala, Guardiola está entre os melhores do mundo. O jogador também disse que o espanhol é o melhor técnico que teve em sua carreira.

- O Guardiola, para mim, e para todos os amantes do futebol, é um treinador que dispensa comentários. Ele conquistou no Barcelona, no Bayern de Munique e está conquistando no Manchester City. Com certeza se não for o melhor, é um dos melhores treinadores do mundo. Eu só tenho a agradecer a ele que, para mim, até hoje, foi o melhor treinador que tive. Ele merece todo o respeito - disse Rafinha.

Rafinha ficou no Bayern por oito temporadas e no período em que Guardiola esteve no comando foi quando mais entrou em campo. Mesmo com o lendário Philipp Lahm no elenco, o brasileiro era uma das peças de confiança de Guardiola e também de Domènec Torrent, hoje treinador do Flamengo, mas à época auxiliar de Pep. No livro "Guardiola Confidencial", o autor Marti Perarnau, que passou um ano junto de Pep e Dome, explica a importância do atleta para o time bávaro.

- É muito gratificante ser reconhecido e valorizado por um dos melhores treinadores, que todos dizem ser o “melhor do mundo”. E você ser valorizado, ter o reconhecimento, ter a confiança de um treinador desse nível… Durante três anos (tempo que o Guardiola esteve no Bayern), ele sempre deixou claro que contava comigo. Foi o técnico com quem eu mais joguei - afirmou Rafinha, que completou:

- Então fico muito feliz de ter passado esse tempo com o Pep, de ter aprendido muitas coisas com ele. Somos amigos, tenho o maior carinho por ele e ele é um treinador que eu exalto por ser considerado o melhor treinador do mundo. Teve confiança em mim e me colocou para jogar.

Rafinha e Guardiola
Rafinha e Guardiola

Rafinha recebendo instruções de Guardiola no Bayern (Foto: AFP)


Sobre o duelo contra o Manchester City, Rafinha disse que não será um jogo fácil e que não existe uma fórmula mágica para aniquilar a equipe de Pep Guardiola. No entanto, o atleta afirmou que se sua equipe está na Liga dos Campeões é porque eles têm qualidade.

- O Manchester City é um time muito forte, já vem provando isso há muitos anos e com a chegada do Pep o time melhorou muito mais. A gente sabe da dificuldade, todos que jogam contra o City sabem da dificuldade que é, mas não existe uma tática para ganhar dele. Se existisse, muita gente já teria implantado para ganhar, então acho que não tem remédio para isso, não tem tática que resolva - disse.

- Tenho certeza que o nosso treinador (Pedro Martins) preparou um sistema de jogo muito bom para nós executarmos contra eles. Então nós temos que estar totalmente focados e concentrados porque vai ser um grande jogo. E se nós estamos na Liga dos Campeões é porque temos qualidade para jogar e espero que a gente faça um bom jogo - concluiu.

Rafinha - Olympiakos
Rafinha - Olympiakos

Rafinha em ação pelo Olympiacos na Liga dos Campeões (Foto: AFP)

*Estagiário, sob supervisão de Carlos Alberto Vieira.