Ao L!, Ney Franco fala sobre demissões de treinadores no Brasil: 'São os presidentes que decidem'

Felippe Rocha e Matheus Costa
LANCE!


Uma das principais campanhas de recuperação no Brasileirão 2019 foi a do Goiás, que contou com o experiente Ney Franco para evitar o rebaixamento e terminar na primeira metade da tabela. Ano novo, vida nova. Agora, em fase nova, o treinador planeja a temporada do Esmeraldino e o retorno após a parada por conta do surto do Coronavírus.

Ney Franco foi o convidado desta segunda-feira do "De Casa com o LANCE!" e falou sobre diversos assuntos. Um deles foi a cultura de demissões no futebol brasileiro, já que quando os resultados não vêm, o culpado é sempre o treinador.

Recentemente, a CBF discutiu com os clubes um limite de dois treinadores por temporada para reduzir o número de demissões, que quebra recordes atrás de recordes. Ney afirmou que é contra a ideia, mas por achar que o limite não diminuiria a vontade de demitir dos clubes e de seus presidentes.

- Eu acho que isso tem que ser discutido mais profundamente. É uma discussão que tem até entre nós treinadores. Eu não vejo que essa questão de trocas de treinadores por apenas duas vezes não vai diminuir esse desejo do clube de trocar o treinador quando o resultado não dá certo, ou quando tem uma pressão da torcida, da mídia e dos diretores, que não conseguem sair dessa pressão no trabalho. Então eu acho que carece de mais pensamento nessa área e merece um estudo. Isso já foi colocado na reunião da CBF com os clubes. Basicamente, são os presidentes dos clubes que decidem sobre isso. A gente têm informações internas dessas reuniões, e alguns presidentes nem querem discutir esse tema, não consideram favorável essa mudança. Dois ou três clubes apenas que apoiaram -

Ney Franco também falou sobre os direitos trabalhistas dos treinadores no Brasil, assunto que voltou a pauta no último ano. O comandante do Esmeraldino afirmou que a classe de trabalhadores busca maior segurança e maior valorização.

- Está tendo uma mobilização. Hoje, a gente já tem treinadores que se comunicam mais, temos uma federação de treinadores do Brasil mais ativa com pessoas liderando. Nós já estamos pleiteando algumas mudanças dentro da legislação para ter uma segurança maior, não só de emprego, mas para questões salariais, ter uma valorização maior de mercado. Então, eu acho que a cada dia, nós treinadores, estamos conseguindo, como qualquer trabalhador brasileiro, algumas questões interessantes para a nossa classe - completou.

SOBRE O 'DE CASA COM O LANCE!':

O "De casa com o LANCE!" é um programa apresentado exclusivamente através do Instagram do site. No formato home office, nossa equipe irá receber convidados exclusivos de diferentes esferas, como atletas, profissionais e influenciadores digitais, além da participação dos leitores com perguntas ao vivo. Para não ficar de fora, acompanhe o nosso Instagram (@diariolance) e o Twitter (@lancenet).











Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também