Ao L!, meia do Barcelona, cria do Corinthians, elogia chegada de Danilo e Alex para a base do Timão

Fábio Lázaro
·2 minuto de leitura


Atualmente no Barcelona B, o meia Matheus Pereira, revelado no terrão do Corinthians, vê com bons olhos as chegadas dos ex-meias Alex e Danilo para a coordenação da base e comando técnico do sub-23 do clube respectivamente.

O jogador, que chegou ao Timão aos 11 anos de idade e saiu aos 18, após breve passagem no time profissional, chegou a trabalhar com Danilo na equipe principal do Corinthians, já com o Alex o seu contato foi mais distante, quando se formava no time.

– Eu acho que o Corinthians acetou, sim, porque o Danilo eu Alex na época de jogadores a gente já percebia que eles tinham uma cabeça muito boa. Importante ter ídolos no clube, que treinem o clube. Mas acho que não só jogadores, as na base peguei grandes treinadores, Marcio Zanardi, que me ajudou muito. Mas essa transição de ex-treinadores assumindo com técnicos ajuda também o clube – afirmou em entrevista exclusiva ao LANCE!.

Há quatro anos no futebol europeu, com um breve hiato durante parte de 2018, quando esteve emprestado pela Juventus (ITA) ao Paraná Clube, uma das principais mudanças da forma com que o Timão trabalha com a base foi a implantação do campo em que as categorias treinam estarem ao lado do time profissional.

– Principalmente aqui no Barcelona, vejo que, como o CT da base e do profissional são ligados um ao outro, é muito melhor a ligação e eu entrosamento dos dois. Acho que o Corinthians deu um passo muito grande, que vai ajudar muito o clube e a categoria de base para formar novos jogadores – pontuou Pereira.

Revelado em uma safra que teve nomes como Maycon, atualmente no Shakhtar Donetsk (UCR), Pedrinho, meia do Benfica (POR), Malcom, hoje no Zenit (RUS), mas com passagem pelo Barça, Matheus Pereira deixou o Corinthians em 2018, contratado pelo Empoli (ITA). Pouco tempo depois, o jogador foi contratado para defender o time B da Juventus (ITA), onde foi emprestado para o Bordeaux (FRA), Paraná e Dijon (FRA). No início de 2020, o meia foi contratado para o Barcelona B.

Com 22 anos, o atleta tem como feito ter jogado ao lado de Cristiano Ronaldo e treinado com Messi.

> Veja a classificação do Brasileirão e simule os próximos jogos