Ao L!, Lulinha revela desejo de seguir no futebol asiático e avalia futuro

Rodrigo Souza*
·1 minuto de leitura


Livre no mercado, o meia-atacante Lulinha ainda não definiu o futuro. O ex-Corinthians, Bahia, Botafogo e Ceará, deixou o Jubilo Iwata, do Japão, após o término do contrato. Em entrevista ao LANCE!, o jogador fez uma avaliação da sua passagem pelo clube japonês e lamentou não alcançar o principal objetivo da equipe na temporada.

- Foi uma passagem muito boa. Passamos por um período difícil de pandemia e complicações. Infelizmente não conseguimos o objetivo que era o acesso para a primeira divisão porque cortou a quantidade de times que iriam subir. Mas foi uma temporada boa - disse.

O jogador, de 30 anos, estuda as possibilidades antes de definir o seu futuro. Ao L!, o meia-atacante revelou o desejo de permanecer no futebol asiático ou fora do Brasil, mas não descartou um retorno para o país, e comentou sobre a chance de jogar novamente perto da própria família.

- Meu pensamento é continuar no futebol asiático. Temos algumas situações, mas não tem nada certo. Estou esperando, mas desejo permanecer na Ásia ou fora do Brasil por enquanto - afirmou Lulinha, que não descartou o retorno ao futebol brasileiro.

- Tenho sim (vontade de retornar ao Brasil). É um futebol que me agrada muito, é o nosso país. Bate vontade de jogar perto da família de novo - completou.

Lulinha defendeu o Jubilo Iwata, do Japão, na temporada 2019/20. Ao todo, o jogador atuou em 33 partidas, marcou seis gols e deu uma assistência para gol. A maioria dos jogos foram válidos pela J2 League (26), a segunda divisão do futebol japonês, assim como o número de gols (5).