Ao L!, Bolívia defende manifestações e vê 'momento delicado' para volta do futebol

Rodrigo Souza*
LANCE!


Membro mais antigo do Desimpedidos e conhecido pela icônica máscara, gorro e óculos escuro, o apresentador Bolívia foi um dos convidados do programa 'De casa com o L!' nesta semana. Um dos principais influenciadores digitais da nova geração, ele comentou sobre os desafios com o trabalho em meio à pandemia do novo coronavírus, o possível retorno do futebol e os protestos contra o racismo no mundo.

O assassinato de George Floyd, negro, imobilizado e asfixiado pelo joelho até a morte pelo policial Derek Chauvin, em Minneapolis, nos Estados Unidos, gerou uma onda de protestos pelo país e também pelo mundo. Diversos esportistas se manifestaram, assim como os clubes de variados esportes. Bolívia defendeu as manifestações e ressaltou a importância dos atos.

- A questão do racismo não é meramente política. É uma coisa humana, deveria ser pauta. Não deveria existir que ‘antirracismo é coisa de esquerdista’. Deveria ser conceito básico e uma responsabilidade de combater isso, individual e coletivamente. É uma coisa que temos que ouvir, aprender, refletir e atuar, porque senão não muda. É muito importante que esteja acontecendo isso para amplificar essa voz e que todo mundo pare para ouvir para fazer diferença - afirmou o apresentador.

Em meio aos protestos contra o racismo, o mundo ainda enfrenta a pandemia do novo coronavírus. Apesar de alguns países da Europa já iniciarem a fase de volta aos treinamentos e outros já tendo retomado os campeonatos, o cenário no Brasil é bastante diferente. O país encara o pico da doença com mais de mil mortes por dia e batendo recordes de óbitos e casos diários. Ao todo, já são mais de 584 mil casos confirmados - o segundo no mundo - e mais de 32 mil mortes. Para Bolívia, ainda não é o momento para a volta do futebol.

- Continuamos tendo aumento no número de mortes por dia. Não teve uma estabilidade ou decréscimo. Enquanto estiver assim, acho muito delicado em voltar, mesmo somente em treinos com recomendações e protocolos. O Vasco foi testar os jogadores e teve 16 infectados, acho que serviu de alerta para mostrar que não é bem assim. É um momento delicado. Estamos vivendo um momento, talvez o mais turbulento, que nós estamos vivendo. É uma coisa de proporção mundial. O mundo inteiro está tendo que lidar - comentou.

Mudanças de hábito com trabalho

Após a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarar pandemia de COVID-19 em março, o mundo precisou enfrentar uma nova realidade e muitos trabalhos precisaram adotar o home office. O 'Desimpedidos' seguiu as recomendações e precisou se reinventar mudando o formato dos programas.

- (O trabalho) continua igual. Continuamos com o mesmo número de vídeos no canal, só mudou os esquemas e estamos tentando renovar o conteúdo na medida do possível com essa limitação de ficar em casa - comentou Bolívia.

Com a mudança no formato dos programas, sendo agora apresentados através de vídeo on-line, o canal promoveu um debate entre o jornalista Antero Greco, da ESPN Brasil, e o youtuber Vini Vaine. O quadro nomeado de "Enzo x Tiozão: quem sabe mais de futebol?" foi inspirado numa eterna discussão das redes sociais entre o público mais jovem contra os mais "velhos".

- O ‘Tiozão’ contra ‘Enzo’ foi legal. Já que não está tendo campeonatos, com exceção de alguns como a Bundesliga, estamos procurando outros temas que não sejam coisas atuais. É um debate que rola muito nas redes sociais. Um lado fala que são os ‘velhos saudosistas’ e do outro lado os velhos falam que ‘os moleques não sabem nada’. Todo debate é saudável e, na verdade, acaba virando uma questão de gosto pessoal - analisou Bolívia que defendeu o jornalista Antero Greco na disputa.

SOBRE O 'DE CASA COM O LANCE!'

O "De casa com o LANCE!" é um programa apresentado exclusivamente através do Instagram do site. No formato home office, nossa equipe irá receber convidados de diferentes esferas, como atletas, profissionais e influenciadores digitais, além da participação dos leitores com perguntas ao vivo. Para não ficar de fora, acompanhe o nosso Instagram (@diariolance) e o Twitter (@lancenet).

*Estagiário sob supervisão de Tadeu Rocha






















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também