Ao L!, Alex celebra inédita final paulista na Libertadores: 'Só mostra a grandeza de Palmeiras e Santos'

Vinícius Faustini
·2 minuto de leitura


A expectativa de que Palmeiras e Santos comprovem na final da Copa Libertadores de 2020 a dimensão desta rivalidade histórica marca o ex-meia Alex. Em entrevista exclusiva ao LANCE!, o camisa 10 do Verdão na conquista continental de 1999 exaltou a grandeza dos adversários que entrarão em campo neste sábado (30), às 17h.

- Palmeiras e Santos têm historicamente uma rivalidade pesada a nível estadual, conseguiram há pouco tempo disputar uma decisão da Copa do Brasil (em 2015, vencida pelos alviverdes) e agora vão disputar um torneio dentro do continente. Isso só mostra a grandeza de dois clubes fantásticos - destacou, mas logo em seguida lamentou que não haja torcedores dos dois clubes no Maracanã em virtude das consequências da pandemia de Covid-19:

- Infelizmente, a gente não tem a atmosfera do público devido à situação do Covid-19, né?! Seria fantástico que torcedores do Santos e do Palmeiras fossem até o Maracanã para assistir a esta decisão - completou.

Com a vivência de quem lidou com momentos desafiadores até a conquista do Verdão em 1999, Alex falou sobre as "armadilhas" que Palmeiras e Santos enfrentaram até chegarem à final da edição da Libertadores de 2020. Aos seus olhos, os dois caminhos deixaram as equipes mais "cascudas".

- É difícil, é duro. Muitas vezes a gente vê o sorteio e acha: "ah, essa aqui é uma chave mais tranquila". Quando sortearam, o pessoal falava "o lado do Palmeiras é mais simples, o lado do Santos é mais complicado". Mas os times e os jogadores vão se acostumando - e, em seguida, celebrou a final brasileira:

- Temos de valorizar o nosso futebol. Já sabíamos antes que a decisão ia acontecer no Brasil, mas uma decisão com duas equipes brasileiras é algo realmente fantástico. O futebol brasileiro está de parabéns - complementou.

Alex adiantou sua perspectiva em relação ao clássico que ganhou proporções continentais.

- A minha torcida é por um grande jogo. Espero que os jogadores do Santos e do Palmeiras estejam na melhor tarde possível e consigam ir muito bem - afirmou.