Ao estilo Cruzeiro x Atlético-MG...5 quebras de favoritismo surpreendentes em clássicos recentes pelo país

Fabio Utz
·3 minuto de leitura

"Em clássico tudo pode acontecer". A frase é manjada, mas verdadeira. Neste domingo, o Cruzeiro comprovou mais uma vez que duelos "gigantes" não se ganham de véspera. Mesmo passando pelo pior momento da sua história - vai disputar a Série B pelo segundo ano consecutivo - e vendo o Atlético-MG investir milhões para montar um dos elencos mais poderosos do país, a Raposa não se intimidou.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Em jogo (válido pela 9ª rodada do Estadual) que celebrava o centenário desta rivalidade, venceu por 1 a 0 no Mineirão e deu continuidade a uma história recente que mostra que favoritismo em clássico, por vezes, não faz a menor diferença. Abaixo, relembramos cinco situações anteriores que também mostram isso.

1. Internacional 0 x 1 Grêmio - Libertadores de 2020

Tricolor vinha sob críticas a reverteu expectativa | ALEXANDRE SCHNEIDER/Getty Images
Tricolor vinha sob críticas a reverteu expectativa | ALEXANDRE SCHNEIDER/Getty Images

Muito embora o Grêmio viesse de longa sequência invicta em clássicos, chegou ao duelo do returno do Grupo E atrás do rival e sob contestação por conta de derrota anterior diante da Universidad Católica. Pois o Tricolor venceu no Beira-Rio, com gol de Pepê, tomou a liderança da chave e terminou a etapa do torneio à frente do Colorado.

2. Palmeiras 0 x 2 São Paulo - Brasileirão de 2020

Tricolor, à época, ainda era visto como zebra | Alexandre Schneider/Getty Images
Tricolor, à época, ainda era visto como zebra | Alexandre Schneider/Getty Images

O Tricolor, à época ainda considerado um azarão dentro da competição - viria a lutar pelo título mais adiante -, venceu o Verdão pela primeira vez no Allianz Parque. O resultado ainda colocou muita pressão sobre o trabalho do então treinador Vanderlei Luxemburgo, que não conseguia montar um time competitivo mesmo tendo em mãos um dos principais elencos do país.

3. Fluminense 1 (3) x (2) 1 Flamengo- Campeonato Carioca de 2020

Tricolor conquistou o segundo turno do Estadual | Buda Mendes/Getty Images
Tricolor conquistou o segundo turno do Estadual | Buda Mendes/Getty Images

Os dois times decidiram a Taça Rio, e o Flu se sobrepôs a todo poderio do rival. Saiu na frente e viu o Fla empatar quase no apagar das luzes. No entanto, nos pênaltis, o Tricolor venceu por 3 a 2 e ficou com o título do segundo turno do Estadual.

4. Flamengo 4 x 4 Vasco da Gama - Campeonato Brasileiro de 2019

Mengão esteve duas vezes à frente do placar | Wagner Meier/Getty Images
Mengão esteve duas vezes à frente do placar | Wagner Meier/Getty Images

O Flamengo viria a ser, com sobras, o campeão brasileiro. Mas aquele empate com o Vasco bem que ficou engasgado. O Mengão esteve por duas vezes à frente do marcador e viu a igualdade se tornar uma realidade já aos 48 do segundo tempo.

5. Palmeiras 0 (3) x (4) 1 Corinthians - Paulistão de 2018

Timão fez festa em pleno Allianz Parque | Miguel Schincariol/Getty Images
Timão fez festa em pleno Allianz Parque | Miguel Schincariol/Getty Images

O Verdão, depois de vencer fora de casa a partida de ida da final do Estadual, tinha tudo nas mãos para garantir o título. Mas perdeu como mandante e, nos pênaltis, ficou sem a taça. O Timão, que por muitos era considerado a quarta força de São Paulo, foi campeão mais uma vez.