Ao enfrentar o único revés do ano, Galo espera clássico diferente

Atlético-MG está 100% no Campeonato Mineiro. Na temporada, no entanto, o time já perdeu um jogo no ano, no duelo contra o Cruzeiro, em confronto pela Primeira Liga. Na oportunidade, as duas equipes faziam apenas o segundo jogo da temporada, mas a Raposa já vinha de trabalho mais longo por manter o técnico Mano Menezes. Para o jogo deste sábado, contra o maior rival, no Mineirão, às 16h (de Brasília), o treinador alvinegro, Roger Machado, acredita que a sequência de trabalho celeste fez diferença, mas espera um jogo diferente agora.

Leia mais:

Galo bate a URT em casa e sgeue isolada na liderança do Mineiro

Após vitória, Marcos Rocha exalta insistência do Galo e projeta clássico 

“Vamos estar mais encorpados, não tenha dúvida. Aquele clássico foi o segundo jogo do ano, com poucos dias de trabalho, enquanto o Cruzeiro vinha com o Mano Menezes desde o ano passado. Tenho certeza que vai ser diferente, pelo menos para nosso lado. Ninguém quer perder clássico. Queremos vencer porque perdemos o primeiro do ano”, declarou.

O Galo está isolado na liderança do Campeonato Mineiro, com sete pontos a frente do Cruzeiro – mas um jogo a mais neste momento. A manutenção da liderança dá vantagens ao Atlético na reta final do torneio estadual. Roger diz que o clássico é pra ser vencido.

“Não imagino que meu torcedor vai desejar que a gente jogue o clássico administrando resultado. O clássico é para ser vencido, independente da situação na classificação. Se a gente vencer, vamos ter a vantagem que a gente deseja. É uma semana vivida de forma diferente. Temos que vencer o clássico, porque é tão importante quanto o título local. E nós queremos muito a vitória”, finalizou.

O Atlético volta aos treinamentos na terça-feira, na Cidade do Galo, e concentra suas atenções no clássico.