Antes de ter Fabíola Andrade como comentarista, Globo sondou repórter Nadja Mauad e ouviu não

LANCE!
·2 minuto de leitura


A Globo sonhava em contar com mais comentaristas esportivos mulheres em suas transmissões. Após a chegada da narradora Renata Silveira, duas jornalistas foram cotadas para participar da novidade: a repórter Fabíola Andrade, que aceitou a proposta, e a repórter Nadja Mauad, que rejeitou a ideia. Entenda como foi o processo.

+ Veja a tabela de classificação do Brasileirão feminino

Antes do contato com Fabíola, a emissora carioca havia tentado a contratação de Nadja Mauad para a equipe de comentaristas de futebol do grupo. Entretanto, a repórter, que vive o dia a dia de clubes do Paraná, recusou a oferta. Para ela, deixar o Estado antes da próxima Copa de 2022 não seria seguir seu plano de carreira, de acordo com o Uol. O site ainda cita que ela já havia sido convidada para a função em 2019, após a Copa do Mundo feminina.

Iniciando sua nova trajetória no próximo mês de maio, Fabíola Andrade tem dez anos de Globo e esteve em grande parte do tempo como repórter dos times de São Paulo. Comentarista dos programas "SporTV News" e "Redação", a jornalista foi substituída da função, em dezembro, para recolocação de Carlos Cereto, não adaptado ao Rio de Janeiro.

Nesta sexta-feira, o Grupo Globo confirmou a contratação de Fabíola Andrade para a equipe de comentaristas da emissora. A jornalista era carta marcada na programação do SporTV, e, recentemente havia sido recolocada para o time de reportagens da empresa. Com a admissão, a profissional estreará nas transmissões do Premiere e SporTV.

EMPODERAMENTO FEMININO

Além da narradora, a Globo vem investindo para aumentar o número de mulheres comentando nos jogos. O destaque fica para Ana Thaís Matos e Renata Medeiros, que são contratadas fixas das exibições do canal. Nesta semana, a comentarista de arbitragem Nadine Basttos deixou o grupo.