Anistia Internacional cobra Cristiano Ronaldo de posicionamento sobre os direitos humanos na Arábia Saudita

Cristiano Ronaldo vai atuar no futebol árabe por dois anos (Foto: Reprodução/Al-Nassr)


A Anistia Internacional publicou uma nota em que faz uma cobrança a Cristiano Ronaldo por um posicionamento sobre os direitos humanos na Arábia Saudita. O astro português foi anunciado como novo reforço do Al-Nassr, clube árabe.

- Em vez de oferecer elogios acríticos à Arábia Saudita, Ronaldo deveria usar sua considerável plataforma pública para chamar a atenção para questões de direitos humanos no país. Ele deveria usar seu tempo em Al-Nassr para falar sobre as questões de direitos humanos - disse Dana Ahmed, pesquisadora da Anistia Internacional.

+ Neymar desfalca último treino do PSG antes do jogo da Copa da França

A pesquisadora Dana Ahmed ainda relacionou a chegada de Cristiano Ronaldo ao Al-Nassr como uma ‘lavagem esportiva’. Uma tentativa de desviar a atenção sobre as violações dos direitos humanos do país.

- Pessoas são rotineiramente executadas na Arábia Saudita, por crimes como assassinato, estupro e tráfico de drogas. A contratação de Cristiano Ronaldo pelo Al-Nassr se encaixa em um padrão mais amplo de lavagem esportiva na Arábia Saudita. É muito provável que as autoridades sauditas promovam a presença de Ronaldo no país como forma de desviar a atenção do terrível histórico de direitos humanos do país - contou.