Andy Murray recebe convite para disputar o Aberto da Austrália

·1 minuto de leitura
Andy Murray foi cinco vezes vice-campeão do Aberto da Austrália

O ex-número 1 do tênis mundial, o escocês Andy Murray, recebeu um convite ('wild card') para participar do Aberto da Austrália, adiado em três semanas para fevereiro devido à pandemia de coronavírus.

Murray, de 33 anos, chegou à final do Grand Slam da Austrália cinco vezes, mas não venceu nenhuma delas.

Uma lesão no quadril quase fez com que o duas vezes vencedor de Wimbledon deixasse o tênis, mas duas operações o permitiram permanecer em atividade.

O escocês está classificado no 122º lugar, muito baixo para entrar diretamente no quadro principal do Aberto da Austrália, que começa em 8 de fevereiro em sua edição de 2021.

"Recebemos Andy de braços abertos em seu retorno a Melbourne", disse o diretor do Grand Slam australiano, Craig Tiley.

"Vê-lo voltar, depois de passar por uma cirurgia e se recuperar para retornar ao circuito, será o destaque do Aberto da Austrália 2021", acrescentou.

Murray não pôde participar da edição de 2020 do Aberto da Austrália devido a uma lesão.

mw/iga/dr/aam