Andy Murray chega em Sydney a sua primeira final desde 2019

·1 min de leitura
Andy Murray comemora após vencer a semifinal do torneio de Sydney contra o americano Reilly Opelka em 14 de janeiro de 2022 (AFP/DAVID GRAY)

O ex-número 1 do mundo Andy Murray, que está fora do top 100 devido a lesões, se classificou nesta sexta-feira para sua primeira final no circuito ATP em dois anos.

O britânico de 34 anos (135º do mundo) venceu o americano Reilly Opelka (25º) na semifinal por 6-7 (6/8), 6-4 e 6-4 abrindo assim as portas para sua primeira final desde Antuérpia, em outubro de 2019, onde conquistou seu 46º e último título no circuito.

Murray, três vezes campeão do Grand Slam, enfrentará na final deste sábado, dois dias antes do início do Aberto da Austrália, o russo Aslan Karatsev (20º), que derrotou o também britânico Daniel Evans (26º) por 6-3, 6-7 (13/15), 6-3 na segunda semifinal.

No feminino, a tcheca Barbora Krejcikova (N.4 do mundo) salvou sete match points contra a estoniana Anett Kontaveit (7ª) para chegar à final.

A campeã de Roland Garros venceu por 0-6, 6-4 e 7-6 (12/14) após uma batalha de duas horas.

Na final, ela vai enfrentar a espanhola Paula Badosa (9ª), que derrotou com facilidade a russa Daria Kasatkina (26ª) por 6-2, 6-2.

-- Resultados da rodada do torneio de Sydney:

. Simples masculino (semifinais):

Aslan Karatsev (RUS/N.1) x Daniel Evans (GBR/N.3) 6-3, 6-7 (13/15), 6-3

Andy Murray (SCO) x Reilly Opelka (EUA/N.4) 6-7 (6/8), 6-4, 6-4

. Simples feminino (semifinais):

Barbora Krejcikova x Anett Kontaveit 0-6, 6-4, 7-6 (14/12)

Paula Badosa (ESP) x Daria Kasatkina (RUS) 6-2, 6-2

mp/gf/mdm/bde/iga/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos