Andrés Sanchez vê 'chance grande' de Jô voltar para o Corinthians

Na noite da última quarta-feira, Andrés Sanchez concedeu entrevista em live para o canal oficial do Corinthians no YouTube, e deixou a torcida esperançosa quanto ao possível retorno de Jô. Isso porque o presidente corintiano classificou como grande a chance de o atacante voltar, principalmente por conta de um litígio que o brasileiro teria com seu time no Japão.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

O mandatário do Timão nunca negou que há o interesse de ambas as partes para a repatriação de Jô, no entanto sempre deixou claro que a contratação depende de o centroavante ficar livre no mercado para que não seja necessário pagar alguma quantia ao Nagoya Grampus-JAP para essa liberação acontecer.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também:

- As portas estão sempre abertas para o Jô, ele está meio em litígio com o time dele, ele tem contrato até o final do ano, e é óbvio, se ele se liberar lá, ou agora no meio do ano, ou no final do ano, a prioridade dele e do Corinthians, é o Jô no Corinthians - declarou o presidente.

Quando questionado sobre a possibilidade de retorno de alguns ídolos como Paulinho, que está no Guangzhou Evergrande, da China, e Jô, Andrés praticamente descartou o retorno do volante, mas considerou grande a chance de o centroavante voltar ao clube ainda no meio do ano, se rescindir seu contrato no Japão, ou no final de 2020, quando termina o vínculo por lá.

- Chance (de voltar) tem. O Paulinho tem mais dois ou três anos na China, se eu não me engano, dificilmente vem. O Jô acaba o contrato dele no final do ano, então a chance de o Jô vir, ou agora, se rescindir com o time lá, ou no final do ano, é grande - concluiu o dirigente corintiano.

Jô é cria da base do Corinthians, e estreou como profissional em 2003, aos 16 anos e ficou por lá até 2005, quando foi negociado com o CSKA Moscou, da Rússia. Depois de rodar por clubes da Europa, do Brasil e da Ásia, voltou ao Timão em 2017, quando foi o grande destaque do time que foi campeão paulista e campeão brasileiro. No Japão sua última partida foi em dezembro de 2019, sendo que o Nagoya fez apenas dois jogos oficiais antes da paralisação.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também