Andrés Sanchez se revolta e dispara contra a Anvisa: 'Descobriu como aparecer na mídia'

·1 minuto de leitura


A atuação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no "caso Willian" revoltou os torcedores do Corinthians, incluindo os mais famosos, como o ex-presidente Andrés Sanchez, que utilizou seu perfil no Twitter para esbravejar contra a medida que impediu o meia de fazer sua reestreia pelo clube neste domingo, contra o Atlético-GO, fora de casa, pela 20ª rodada do Brasileirão.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Relembre a estreia de grandes jogadores do Corinthians na última década

O ex-mandatário corintiano não poupou palavras para criticar a ação da Agência, que após 11 dias do jogador no país, viu irregularidade no cumprimento da quarentena exigida para viajantes brasileiros que venham da Inglaterra. Segundo Andrés, a tomar essa medida agora é um absurdo.

Confira as frases publicadas pelo ex-presidente do Timão:

"Inacreditável, chegam no mínimo dois voos por dia da Inglaterra, será que os órgãos sanitários vão visitar a todos os cidadãos? Triste. Mas na casa do Willian eles vão"

"Minha nossa! A Anvisa é um órgão exemplar, o Willian, cidadão brasileiro, está há 11 dias no seu país e agora recebe notícia que não poderá jogar amanhã. Anvisa exemplo ao mundo"

"Já teve jogador na mesma situação e jogou, e nada acontecerá! (risos). Viva a Anvisa"

"A Anvisa monitora quase mil pessoas que chegam por dia da Inglaterra no nosso país. Eles vão em hotéis pousadas verificar se todos estão de quarentena? Piada"

"A Anvisa todo dia faz testes nessas pessoas que chegam da Inglaterra. Cada dois dias vão fiscais analisar os turistas e brasileiros vindo da Inglaterra. Esse órgão Anvisa é exemplo mundial. Parabéns (risos)"

"Anvisa agora descobriu como aparecer na mídia. Piada"

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos