Andrés Rueda admite atrasos nos salários do Santos

LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE
·1 minuto de leitura


Problemas com pagamento de salários têm sido algo comum dentro do Santos nos últimos anos. A situação se agravou com a queda de receitas por conta da Pandemia do Coronavírus e a nova gestão, de Andres Rueda, também tem sofrido com isso. O mandatário falou sobre o assunto em entrevista ao site Terceiro Tempo.

>> Confira a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro

- Para ser bem preciso, estamos atrasados três dias em relação ao salário de janeiro, que deveria ter sido pago no último dia 5 de fevereiro. Mas vamos quitar. E também ainda não pagamos a premiação pela classificação à semifinal da Copa libertadores da América. Mas mantemos diálogo constante com os jogadores e a comissão técnica sobre estas questões - afirmou o presidente.

A ideia de estar mantendo o diálogo com os atletas foca em evitar que a discussão vire algo público. Na antiga gestão, de José Carlos Peres, jogadores cobravam o presidente até em entrevistas depois do jogo, justamente por atrasos salariais.

Neste ano, já com Rueda presidente, Cuca e Marinho chegaram a reclamar até depois da vitória contra o Boca Juniors, que valeu vaga na final da Copa Libertadores. Em entrevista recente ao LANCE!/DIÁRIO, o mandatário afirmou que pendências mais antigas já foram resolvidas.