Andrés entrega peso de Ronaldo e relata bastidores de 2009: 'Tinha jogador que fumava no vestiário'

·1 minuto de leitura


O ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez deu uma entrevista ao podcast 'Inteligência Ltda', nesta terça-feira, e relatou bastidores de sua passagem como cartola do Timão. Acompanhado de um copo de Whisky, o dirigente não fugiu de assuntos polêmicos.

Sobre a equipe de Ronaldo Fenômeno, em 2009, Andrés relembrou o peso do astro do penta no jogo contra o Santos, onde o atacante marcou aquele que talvez seja seu gol mais bonito durante a passagem pelo clube paulista (Top 1 do vídeo acima).

- Ronaldo estava com 107 quilos, e a imprensa falava que ele estava gordo, com 97. O Ronaldo estava com 106,930 quilos no gol contra o Santos - disse.

Andréz ainda falou que acha besteira quem pressiona jogador por ir em balada e seguiu falando de bastidores da equipe de 2009.

- Naquele time, tinha jogador que fumava no vestiário, no intervalo do jogo. E os caras iam lá e ganhavam. Foram campeões assim. Agora é uma puta frescura, acham que o time perde porque o cara foi pra balada. Não tem nada a ver. Jogador só vai pra balada quando time ganha, nunca vai quando perde - concluiu.

O ex-presidente do Timão ainda falou sobre a contratação que fez que mais se arrepende: a do argentino Matías Defederico.

- Quem me arrependo de ter liberado pra contratar, porque todos são indicados pelo técnico e pelo Cifut, foi o Defederico. Tomou 5 milhões de dólares do Corinthians. Mas, o treinador pediu, e era o Carille e o Mano, que também quis. Foi pro baralho, jogatina, viu que no Brasil tem mulata e também tem loira... Se empolgou no Brasil. Defederico se perdeu - afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos